Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Por investigação do Gaeco, prefeito é afastado em Lauro Müller

Fraudes em licitações são apuradas e a Câmara já foi comunicada sobre a posse do vice-prefeito
Redação
Por Redação Lauro Müller - SC, 02/12/2019 - 10:57Atualizado em 02/12/2019 - 11:19
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O prefeito de Lauro Müller está afastado do cargo por 180 dias. Valdir Fontanella (PP) aparece no foco da Operação Seguindo Rastro do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e do Grupo Especial Anticorrupção (Geac) que, com o Ministério Público (MP-SC) investigam um esquema de fraudes em licitações em pelo menos quatro cidades catarinenses. Outros agentes públicos e empresários de Lauro Müller também estão envolvidos.

O vice-prefeito Pedro Barp (PSB) já foi comunicado pelo presidente da Câmara, vereador Luciano Leodato (PSB), que está assumindo o comando do município enquanto Fontanella responde ao processo. Os  nove mandados de busca e apreensão da ação desenvolvida pelo MP-SC e Gaeco são cumpridos também em Orleans, Criciúma e em São José, na Grande Florianópolis.

A investigação apura, ainda, crimes de corrupção ativa e passiva além de peculato. Conforme apurado pelo MP-SC, as irregularidades estão relacionadas à contratação de serviços de máquinas para obras em Lauro Müller nos últimos três anos.

Mais detalhes em instantes.