Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

E-commerce ganha força e se torna alternativa para comerciantes durante pandemia

Vendas online foram pauta de mais uma edição do Café de ideias, evento realizado nessa manhã, pela CDL de Criciúma
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 28/04/2021 - 16:37
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O fortalecimento do e-commerce a partir de março de 2020, os benefícios das vendas online e os seus principais diferenciais competitivos foram pauta de mais uma edição do Café de ideias, evento realizado mensalmente pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma. Trazendo pautas relevantes e atuais aos comerciantes da cidade e da região, o evento ocorreu na manhã dessa quarta-feira, 28 de abril, e contou com a presença do empreendedor e especialista em marketing, Alencar Eustáquio de Freitas.

Na oportunidade, Alencar ressaltou o que deve ser feito e o que precisa ser evitado nas vendas pela Internet, quais pontos merecem atenção e quais somam a favor do lojista. “Uma coisa deve ficar muito clara: uma boa experiência de e-commerce passa por todas as etapas da compra. É preciso ter profissionais dedicados para garantir que o estoque esteja correto, fazer bons anúncios dos produtos, criar promoções, dando assim, dinamismo ao negócio. Também é necessário planejar a abrangência da venda. É possível vender para o mundo? É! Mas focando em uma área apenas, você investe menos, tem mais assertividade e se torna mais competitivo”, explica ele.

Outro ponto que merece destaque tem a ver com o investimento em marketing nas redes sociais, Youtube e até mesmo nas mídias offline. “Crie proximidade, ofereça diferenciais. Com a pandemia, a concorrência externa se tornou ainda mais agressiva. Por isso é preciso focar naquilo que só você tem”, diz ele, ao explicar: “A logística, por exemplo, pode ser um ponto a favor dos e-commerces locais. É possível garantir facilidades na entrega, adiantando o dia e o horário que ela será feita. Isso fortalece o relacionamento com o cliente, oferecendo algo que ele preza muito, que é a comodidade”.

Ainda durante o evento, o presidente da CDL, Tiago Marangoni, ressaltou a importância de tratar temas desta natureza, levando em conta o fortalecimento do digital. “A CDL representa aproximadamente 1100 negócios em Criciúma. Por isso temos uma responsabilidade tão grande de trazer pautas relevantes, para que os lojistas se atualizem e entendam um pouco mais sobre essa nova realidade. Com informação e conhecimento, damos sequência ao trabalho sério que sempre foi realizado pela CDL, priorizando o desenvolvimento e o aporte ao comércio criciumense”.

Nova realidade se deu após início da pandemia

Alencar explica que, antes da pandemia do coronavírus iniciar, o e-commerce era visto apenas como uma mais uma alternativa de vendas aos comerciantes. Mas o cenário mudou quando as medidas de isolamento social foram decretadas. “No início houve uma histeria no mercado, um atropelamento muito grande. Os lojistas queriam vender de todo jeito possível, mas aos poucos foram percebendo que dessa forma não funcionava. Os consumidores, enquanto isso, por conta da necessidade, precisaram comprar online. E mesmo que não fossem adeptos, tiveram uma grata surpresa ao receber em casa o produto que queriam, perfeito e rápido. O hábito foi criado e veio para ficar, justamente por conta das boas experiências que eles tiveram”.

Essa necessidade de compra suprida pela internet, junto ao prolongamento do isolamento social e às comodidades fizeram o perfil do consumidor mudar. “E agora é hora de oferecer vantagens ao cliente, para que ele não opte pela concorrência externa, que é tão forte. Realizar lives, videoconferências, enviar brindes, dar cupons de desconto ou cashback e realizar ações de pós-venda são essenciais para gerar proximidade e criar um ambiente atrativo também na versão online”, finaliza Alencar.