Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Decisão do STF pode beneficiar 138 condenados pela Lava Jato

Coronel Cabral comentou a decisão da corte, em relação a ordem de delações
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 03/10/2019 - 11:10

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou uma tese que pode anular diversas condenações da Lava Jato. Segundo a casa, os réus delatados devem falar sempre depois do que os delatores, ainda não foi decidido se os casos já com condenação poderão ser anulados. Esse foi o assunto do Coronel Cabral no Cidadania e Segurança de hoje.

“Ontem, o Supremo, por 6 votos a 5 anulou a sentença do ex-gerente da Petrobrás, Márcio de Almeida Ferreira, também condenado na Operação Lava Jato, na sequência, por 7 votos a 4, a corte definiu que os réus devem se apresentar depois dos réus delatores. Com isso, os casos da Lava Jato até aqui podem ser anulados”, comentou.

Segundo Cabral, a aplicação retroativa poderá afetar várias condenações da Lava Jato, já com 50 sentenças em Curitiba, 32 delas podem ser anuladas, com 138 condenados beneficiados de um total de 159. O ex-presidente Lula é um dos condenados que pode ser beneficiado, pelo menos em um de seus processos, o do sítio em Atibaia (SP).

Ouça o comentário na íntegra: