Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Criciumense vai gastar mais na Páscoa

Consumidor da cidade vai investir, em média, R$ 174 nos presentes
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 03/04/2019 - 07:51
Arquivo / A Tribuna
Arquivo / A Tribuna

Criciúma é a segunda cidade com maior expectativa de gastos dos consumidores para a Páscoa. Foi o que apontou a pesquisa de intenção de compras da Fecomércio SC, divulgada ontem. A expectativa de gasto médio dos catarinenses é de R$ 157,44. Em Criciúma, o valor chegou a R$ 174,45, perdendo apenas para Chapecó, com R$ 195,63. O menor valor médio é de Florianópolis, com R$ 128,06.

Das sete cidades pesquisadas, apenas duas apresentaram crescimento na média em relação a 2018: Criciúma, com incremento de 17,8% em relação aos R$ 148,10 acusados no ano passado, e Chapecó, com salto de 65%. Foram entrevistados também consumidores de Blumenau, Joinville, Lages e Itajaí, além da Capital.

“Os indicadores continuam estáveis, mas sem trajetória de queda brusca. O percentual das famílias que afirmaram estar em uma situação financeira melhor que no ano anterior, atesta que não houve uma queda significativa no poder de compra do último ano para cá, mas uma postura voltada ao planejamento dos gastos. Nesse cenário as vendas continuarão em processo de recuperação, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Maioria vai pesquisar

A pesquisa de preços será aplicada para as compras de Páscoa por 62% dos clientes criciumenses, abaixo dos 71% em nível estadual. Quase metade dos consumidores de Criciúma, 49,8%, pretende comprar nos supermercados, enquanto 32,7% procurarão o comércio de rua e 12,5% as lojas instaladas em shoppings. 

O chocolate é o campeão, com 89,4% da preferência de compras para a Páscoa entre os criciumenses, seguido por vestuário e calçados, com 6,9% das intenções, e brinquedos, com 2,3%. Dentre os chocolates, os preferidos em Criciúma são os ovos de Páscoa industrializados com 68,9% das procuras, enquanto os chocolates em geral tem 17,6% da preferência e 11,3% para os ovos artesanais.

Pagar em dinheiro

Em Santa Catarina, 71,9% dos pesquisados pretendem pagar as compras em dinheiro. Esse índice é ainda maior em Criciúma, a cidade com maior opção por esta forma de pagamento: 82,8% dos clientes querem adquirir seus presentes de Páscoa com dinheiro vivo. Entre as outras opções na cidade, 5,6% vão pagar com cartão de débito, 5,6% vão parcelar no crédito e 4% comprarão à vista, no débito.