Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Boa expectativa para a safra de arroz na região

Cerca de 15% da área cultivada foi colhida até o momento
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 17/02/2021 - 14:32Atualizado em 17/02/2021 - 14:41
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A colheita do arroz já começou em diversos municípios da região e ela promete ser boa, aponta o gerente da Epagri, Edson Borba. Segundo ele, cerca de 15% da área cultivada foi colhida até o momento. “Municípios com Nova Veneza, Forquilhinha e Meleiro estão mais adiantados. Temos a expectativa de um produto bom”, comenta.

Borba ainda fala que ainda não é possível mensurar o dano que a chuva dos últimos dias causou nas lavouras. Mesmo sendo uma colheita considerada boa, a quantidade não deve superar a do ano passado.

Em 2020, a média foi de 8,4 quilos por hectare ou aproximadamente 170 sacos, o que significa um aumento de 13% em relação à safra do ano passado. Amrec, Amesc e Amurel são as principais regiões produtoras do estado, concentrando 65% da área de produção de Santa Catarina, com mais de 99,6 mil hectares.

A região de Criciúma foi a que apresentou maior produtividade em 2020 com 175 sacos por hectare, um crescimento de 22% em relação a 2019. A segunda foi Araranguá, com 172 sacos por hectare, 15% a mais que no ano anterior e Tubarão teve 156 sacos por hectare, crescimento de 5%. 

Novo cultivar

Na  sexta-feira, 19, a Epagri lança o 33º cultivar de arroz irrigado, o SCS125. O lançamento acontece em Rio do Sul, às 10 horas, como parte da 3ª Abertura de Colheita de Arroz Irrigado de Santa Catarina, promovida pela Cravil. Em decorrência da pandemia, a cerimônia de lançamento será restrita a autoridades, mas poderá ser acompanhada pelo público no link www.diadecampo.cravil.com.br.

“O lançamento do arroz SCS125 é mais uma prova da excelência da atuação da Epagri na cadeia produtiva do arroz. Tanto esse, como nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara Edilene Steinwandter, presidente da Epagri.

O arroz SCS125 foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI), que é uma referência nacional em pesquisa pública com o grão. “O cultivar destaca-se pelo alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral”, descreve Alexander de Andrade, pesquisador da EEI. O SCS125 é indicado para parboilização.

Nos ensaios Valor de Cultivo e Uso (VCU) o novo arroz apresentou excelente desempenho agronômico e estabilidade. Alexander explica que o cultivar é recomendado para cultivo em sistema pré-germinado em todas as regiões produtoras de arroz irrigado de Santa Catarina. “O SCS125 tem uma base genética um pouco maior que alguns outros cultivares da Epagri, sendo oriundo do cruzamento realizado na safra 2007/2008, envolvendo, entre outros genitores, a Epagri 108 e SCSBRS Tio Taka” relata o pesquisador da EEI.