Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Avançam as denúncias contra empréstimos consignados

No Procon Criciúma, aposentados registram descontos sem autorização. Casos vem sendo resolvidos
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 16/05/2019 - 14:38Atualizado em 16/05/2019 - 14:44
Divulgação
Divulgação

As operadoras de telefonia continuam campeãs de reclamações, mas uma nova demanda vem chamando a atenção nos últimos tempos no Procon Criciúma. "São cada vez mais aposentados reclamando dos empréstimos consignados sem autorização", informa o coordenador do órgão, Gustavo Colle. "Quando o aposentado percebe, já estão descontando R$ 50 a R$ 100, em média, os casos mais frequentes são assim", destaca.

Somente no último mês de janeiro houve em torno de 107 registros. "Talvez um pouco mais, ainda estamos finalizando os dados", detalha. "Sendo que em todo o ano de 2018 foram 288 reclamações desses empréstimos", observa o coordenador.

Em geral, as empresas responsáveis por esses empréstimos descontados dos benefícios dos aposentados são sediadas em outros estados como Mato Grosso e Goiás. "Todos os idosos que vieram até o Procon reclamar, nós conseguimos resolver. As empresas cancelam e devolvem os valores quando acionadas", informa Colle, incentivando os aposentados. "Que eles analisem suas folhas de pagamento para ver se há descontos indevidos ou não autorizados", reforça.

Mas como os lesados são levados a isso? "Em geral, eles são levados a assinar muitos papeis ou por financeiras ou por bancos, e sequer leem. Mas há também casos em que não existe qualquer autorização assinada e mesmo assim o empréstimo consignado é feito", adverte.

O Procon está estudando medidas. "Estudamos a possibilidade de penalizar as financeiras e até os bancos. A ideia é multar e, em caso de reincidência, interditar a agência, mas são estudos que temos feito", antecipa. Em geral, os empréstimos são de valores pequenos, mas que incidem em juros bastante altos. É onde o aposentado acaba lesado. "Geralmente eles depositam valores pequenos, colocam parcelas pequenas, mas com os juros quem empresta acaba ganhando mais de 100%", refere o coordenador.

O ranking

Embora a evolução das denúncias relacionadas a empréstimos, o ranking do Procon Criciúma ainda tem, nas cinco primeiras colocações, as demandas contra operadoras de telefonia. "As campeãs de reclamações, na ordem, seguem sendo TIM, Vivo, Oi e Claro, nessa ordem. Depois aparecem as demandas contra bancos e grandes magazines", constata Colle.

Combustíveis: postos em dia

Continua o monitoramento dos preços de combustíveis em Criciúma. O litro da gasolina comum segue em tendência de elevação. Enquanto isso, o Procon, que segue elaborando os rankings periódicos por postos, vem se atentando também para a qualidade do combustível oferecido.

"Faz poucos dias, fizemos uma operação em conjunto com a ANP (Agência Nacional do Petróleo) e Inmetro para verificar a qualidade dos combustíveis e a condição das bombas. Percorremos os postos e não notamos irregularidades, estão todos dentro das regras, felizmente", concluiu.