Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Archimedes relembra a emancipação de Criciúma

Município completou 94 de emancipação nesta segunda-feira
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma, SC, 04/11/2019 - 10:25Atualizado em 04/11/2019 - 10:35

O jornalista Archimedes Naspolini Filho esteve relembrando, durante o programa Adelor Lessa, no Projeto Cidades do Sul, alguns fatores que influenciaram diretamente na emancipação de Criciúma - data que comemora nesta segunda-feira, 4, 94 anos. “Nós somos o primeiro pedaço emancipado do Município de Araranguá, que começava na barranca do Rio Mampituba, na divisa com o Rio Grande do Sul, e se estendia até Jaguaruna” destacou.

Archimedes comenta ainda sobre a oposição do Coronel João Fernandes, o respeitável deputado tido “todo poderoso” de Araranguá, em relação a emancipação de Criciúma. “Foi nesse clima aí que Criciúma foi emancipada. Foi um trabalho, especialmente com relação a demarcação de limites. Os nossos limites começavam no Rio Araranguá, subiam até o Meleiro, o Morro da matraca era nosso e íamos até as encostas da Serra Geral. Do oceano Atlântico à Serra Geral, tendo o Rio Araranguá ao sul e o Rio Urussanga ao norte, isso tudo era Criciúma”, relembrou Archimedes.