Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Apesar da pandemia, Criciúma fecha o ano economicamente bem

Secretário da Fazenda atenta para o prazo de adesão aos Refis, que se encerra no dia 18 de dezembro
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 14/12/2020 - 07:39Atualizado em 14/12/2020 - 07:40
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Apesar da pandemia do novo coronavírus, Criciúma fechará o ano de 2020 economicamente bem, com contas em dia e boas perspectivas para o futuro. Os resultados, de acordo com o secretário da Fazenda do município, Celito Cardoso, foram positivos quando comparados às baixas perspectivas que se tinha no início do ano.

“Fecha muito bem [a economia do município]. Tínhamos uma perspectiva terrível quando saiu todo aquele fechamento da economia no final de março e início de abril, e então fizemos uma projeção com resultado financeiro bastante negativo. Com o andar da carruagem, as coisas foram se modificando”, afirmou Celito.

O secretário ainda destaca a importante ajuda do Governo Federal com um socorro de caixa de aproximadamente R$ 23 milhões; “Isso permitiu que a gente fechasse o ano de maneira tranquila e serena. Não teremos nenhuma preocupação maior com o fechamento de compromissos”, completou.

Últimos dias para o Refis 

O Programa de Regularização Fiscal (Refis) de Criciúma entrou em sua reta final. Os contribuintes têm até o dia 18 de dezembro para aderirem ao programa, que já proporcionou um recebimento de caixa de aproximadamente R$ 8 milhões a Prefeitura de Criciúma, com mais R$ 6 milhões negociados em prestações.

“É um resultado muito interessante. Prolongou-se o Refis até dezembro e assim foi feito. É 99% de desconto para quem fizer o pagamento à vista ou em 5 vezes. Se não for possível, dá para fazer em 15 vezes com até 75% de desconto, ou em 30 vezes com desconto de 50%”, pontuou o secretário.