Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Visita de campeões

De passagem por Criciúma, Felipão e Cícero Souza, ambos no Palmeiras, foram ao CT nessa sexta-feira
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 13/04/2019 - 08:57
Foto: Celso da Luz/CEC
Foto: Celso da Luz/CEC

Em um momento de decisão para o Criciúma, nada melhor do que o apoio de quem já levantou taças pelo clube. Na manhã dessa sexta-feira, antes do início do treino, o elenco do Tigre recebeu duas visitas ilustres. Luiz Felipe Scolari, o Felipão, técnico campeão da Copa do Brasil de 1991 com o Tricolor, e Cícero Sousa, ex-diretor de futebol do Criciúma responsável por montar elenco que levou o título do Campeonato Catarinense em 2013, foram até o Centro de Treinamentos Antenor Angeloni.

Ambos hoje estão no Palmeiras. Felipão o treinador e Cícero o gerente de futebol da equipe paulista. A informação de que os ambos estavam na cidade, foi dada pela rádio Som Maior. No programa Adelor Lessa, o repórter Jotha Del Fabro foi até o hotel onde eles estavam hospedados e conversou com o técnico. Na noite de quinta-feira, ele, Cícero e o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, tiveram uma reunião com o empresário e ex-presidente do Criciúma, Antenor Angeloni.

“Estive lá. Ele (o Antenor Angenloni) é uma pessoa maravilhosa para o Criciúma, para o Estado de Santa Catarina. Um senhor que fez muito por todo o futebol. Vim acompanhando o nosso presidente, o Cícero que aqui trabalhou e passamos uma noite agradável”, disse Ao ser perguntado se a vinda dos profissionais do Palmeiras tinha alguma relação com o Criciúma, Felipão negou. “Não tem nada a ver com negociação de jogadores. Meu negócio é treinar no campo”, frisou.

Foto: Fernando Ribeiro/CEC

“Nós tivemos a oportunidade, pelo convite do presidente (do Palmeiras), para vir até o seu Antenor conversar algumas coisas. Estamos em Criciúma, mas só de passagem”. O técnico ainda lembrou de sua passagem por aqui. “Um lugar maravilhoso, onde começamos uma carreira espetacular junto com o Moacir e aqueles atletas na época”, comentou.

Passagem rápida

Depois, Felipão e Cícero foram até o CT. Como o elenco do Palmeiras está de folga neste fim de semana, após a eliminação do Campeonato Paulista, a dupla resolveu fazer uma visita ao clube, já que estavam a caminho do Rio Grande do Sul para aproveitar o tempo livre.

“Visitar Criciúma, o clube é sempre um motivo de muita alegria para mim e para o Felipe também. Particularmente tenho uma relação muito próxima com o Maringá, com o Jaime (Dal Farra, presidente do Criciúma) Então voltar aqui para dar um abraço nos funcionários, nos amigos que a gente deixou, inclusive na imprensa, é sempre um privilégio”, disse.

Conversas com João Carlos Maringá

Desde que chegou ao Criciúma, o atual diretor de futebol do Criciúma, João Carlos Maringá, nunca escondeu a boa relação com o Palmeiras. Chegou a citar, em uma entrevista do programa Debate Aberto, da Rádio Som Maior, que iria procurar o clube paulista para ver se havia jogadores disponíveis para possíveis negociações com o Tigre.

De momento, Cícero garante que não há nenhuma negociação em andamento. “A minha relação com o Maringá ela começou aqui, inclusive, quando eu trabalhei aqui em 2013, ele coordenava um excelente trabalho na Chapecoense. Então a gente, com certeza, tem uma relação muito próxima e muito íntima”, afirmou.

“Mas o Palmeiras não tem jogadores excedentes, então, são 33 jogadores do elenco principal. Três jogadores estão emprestados, tem um trabalho de base com excelência, mas com poucos jogadores. Então neste momento não chega a ter uma operação aberta. Se tivesse, a gente não estaria assim, aqui, tão escancarado”, sorriu.