Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

"Violência", a música atemporal da banda Guerra de Botões

Letra foi escrita há mais de 20 anos e lançada nesta semana em um clipe que reúne imagens do assalto ao Banco do Brasil de Criciúma
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 24/04/2021 - 10:17 Atualizado em 24/04/2021 - 12:18
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

“Eu cheguei em casa
Liguei a TV
Não acreditei no que comecei a ver
Só há violência de todos os tipos
Quem são esses tais seres humanos?
Violência nas estradas, violência na sua casa
Violência nas escolas e em todo lugar”

Estas frases parecem atuais para você? E se disséssemos que elas foram escritas há mais de duas décadas, você acreditaria? Agora junte a elas as imagens do assalto à tesouraria do Banco do Brasil de Criciúma em dezembro do ano passado. Mais atual ainda?

Estas são algumas das frases que formam a música “Violência”, lançada pela banda criciumense Guerra de Botões nesta semana e escrita pelo vocalista Alex Candido em 1997.

"O legal desta música, que tem pegada do fim dos anos 1990, início dos anos 2000, é que ela tem uma letra atemporal. Se eu não disser que foi escrita há 24 anos, pode-se dizer que foi escrita ontem, pois tem tudo a ver com os dias de hoje, pois o Brasil é um dos países onde a violência é uma coisa meio que inexplicável. Moro na Inglaterra há cinco anos e o tipo de coisa que acontece no Brasil é de um absurdo, de uma não aceitação imensa aqui. A música que eu fiz há mais de 20 anos ainda é atual. Quem sabe daqui 20 não seja mais tão atual. Tomara”, salienta.

Na época, a inspiração veio das notícias constantes na TV que mostravam a crescente violência no país. O vocalista destaca também que a música concentra suas forças em uma letra direta e em uma melodia reta e simples, ao melhor estilo clássico de baixo, bateria e guitarra. 

O quarteto de rock Guerra de Botões é formado pelo vocalista Alex Candido, o baixista Júlio Cesar, o guitarrista Robson Brígido e o baterista Cris Rosa, todos criciumenses. A música foi grava no Uggioni Estúdio a produção do clipe feita pelo Taito Estúdio, ambos em Criciúma.

Onde ouvir e assistir

Além do clipe, a música já foi distribuída para as principais plataformas digitais, como: Spotify, Deezer, Tidal, Youtube, entre outras. A trajetória da "Guerra", como é carinhosamente chamada pelos fãs, pode ser acompanhada no perfil do Instagram @guerradebotoes.

Assista o clipe e ouça a música "Violência" da banda criciumense Guerra de Botões:

Confira a letra completa:

Violência (Alex Candido)

 

Eu cheguei em casa
Liguei a TV
Nao acreditei no que comecei a ver
Só há violência de todos os tipos
Quem são esses tais seres humanos?
Violência nas estradas, violência na sua casa
Violência nas escolas e em todo lugar

 

O que vou fazer pra mudar esse rumo?
Como vou ter paz? O que é a paz?
Eu quero respostas pras minhas perguntas!

 

Eu sai de casa pra tentar me esquecer
Mas me deparei com a violência
Violência ali na rua, violência nua e crua
Violência de verdade na "civilização"
Violência desleal, violência imoral
Violência anormal
Violência

O rock não para

Candido lembra que a música foi gravada anteriormente, sem muitos recursos e para participar de um festival, passando uma uma “repaginada” antes do clipe ser lançado. Mas a Guerra de Botões não para por aí. Agora a banda trabalha para divulgar mais três canções nos próximos meses. Outra que foi gravada é a música ‘Renata’, que é uma balada e que também vamos repaginar. As músicas que vamos lançar não têm a mesma pegada da ‘Violência’ e a escolha dela, que é mais rock’n roll, lançamos para caracterizar a banda como banda de rock. Foi a primeira música que trabalhamos juntos. Eu fiz a letra e a música, já o arranjo, cada um fez dos seus instrumentos. Temos duas músicas que são com tema mais relacionado ao amor, uma bem balada, um pouco mais pop e outra mais pop rock. Na realidade são quatro músicas distintas entre si. São bem legais e acho que vão surpreender bastante”, pontua. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito