Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Vereador quer abrir as contas da Fundação Cultural

"O município aplica em cultura ou em cargos comissionados?", questiona Ademir Honorato
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 08/10/2019 - 17:05
Divulgação
Divulgação

O vereador Ademir Honorato (MDB) apresentou um requerimento na Câmara solicitando o envio do relatório financeiro da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), relativo aos anos de 2017, 2018 e 2019. "Devo chegar à conclusão de que nada está sendo investido para a população em geral na Fundação. Quero detalhes do que foi gasto e do que não foi gasto", justificou. 

Honorato pede que o relatório liste os valores investidos ano a ano pela FCC, mencionando em detalhes os repasses por rubrica relacionada ao programa Cultura para Todos. "A reforma do Centro Cultural, por exemplo, foi feita com recursos externos. O dinheiro está lá, mas não chega nas pessoas. O que está sendo feito de fato?", indagou. 

Com base em conversas com agentes culturais da cidade, o vereador concluiu que boa parte dos recursos da FCC acabam ficando em reservas que não são utilizadas para atividades do segmento. "E daí acabam transferidos. Queremos saber, então, qual é o investimento efetivo, aplicado, em ações. Antigamente havia aulas de violão, de balé, com professores que iam aos bairros e a FCC pagava. E agora nem isso acontece. Como é que o município diz que aplica em cultura? Qual cultura? Nos cargos comissionados?", arrematou.

O requerimento foi aprovado por unanimidade pelo Legislativo.