Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Vantagem para o Metropolitano

Jogando na Montanha, casa do Caravaggio, Metrô levou a melhor no primeiro clássico decisivo
Por Lucas Renan Domingos Nova Veneza, SC, 03/12/2018 - 10:39
Foto: Junior Bortolotto / Divulgação
Foto: Junior Bortolotto / Divulgação

Como um verdadeiro Clássico da Polenta, Caravaggio e Metropolitano fizeram um jogo pegado na tarde de ontem, no Estádio da Montanha, no Distrito de Caravaggio, em Nova Veneza. Em partida equilibrada pelo primeiro jogo da final do Campeonato Regional da Liga Atlética da Região Mineira (Larm), Taça Carvão Mineral, os rivais fizeram um jogo equilibrado com alternâncias no placar. Só que no fim, melhor para o Metrô. O resultado foi de 3 a 2 para o time comandado por Jean Reis, que agora tem a vantagem do empate no jogo de volta. 

Jogando fora de casa, o Metropolitano não se intimidou e saiu na frente no placar. Aos 11 minutos de jogo, Ronaldo Gramadense, em uma bela cobrança de falta abriu o marcador. 1 a 0. Dentro do seu domínio, o Caravaggio foi para cima e conseguiu igualar ainda no primeiro tempo. Gustavo, quando o cronômetro marcava 29 minutos, fez o dele. 1 a 1. 

“Está sendo um jogo disputado. Os gols saíram de bola parada em duas faltas infantis para os dois lados. É um jogo de final. Então é procurar sempre o gol no segundo tempo”, disse Gramadense na saída do intervalo. “Sabemos que é um jogo difícil, equilibrado. Sabemos que precisamos sair com um bom resultado aqui, que é a vitória. Vamos voltar melhor no segundo tempo”, apontou o meio-campo Maicon Ermo, do Caravaggio. 

Duas viradas

E foi do pé do próprio Maicon Ermo que saiu o gol da virada do Carava. Aos 16 minutos, o meio-campo balançou a rede do adversário para a alegria da torcida. Só que os donos da casa não conseguiram segurar o placar e viram o Metropolitano igualar e virar o placar. 

João Simon, duas vezes, aos 31 e aos 40 minutos, fez os dois gols que determinaram a vitória do time vermelho. Final: 3 a 2 para o Metrô, que agora tem a vantagem de jogar por um empate no jogo de volta, que será no próximo domingo, às 16h, no Estádio Darci Marini, em Nova Veneza. Já o Caravaggio terá que vencer no tempo normal para forçar uma prorrogação para ver quem levantará a taça de campeão. 

“Foi uma partida muito igual. Bastante pegada.  Jogadores tiveram que utilizar mais a força do que a técnica. Tivemos a sorte de prevalecer no número de gols. É um resultado importante superar a forte equipe do Caravaggio dentro da casa deles. Perdi o Gramadense nesta partida, mas vamos estudar para colocar o melhor time em campo no segundo jogo e sempre mantendo os pés no chão”, avaliou o técnico do Metropolitano, Jean Reis. 

“Fizemos um grande jogo. Foi uma grande partida, muitas emoções e futebol para os dois lados. Tomamos dois gols que não podemos tomar. Eles têm um time bem encaixado e hoje lamentavelmente fomos derrotados. Mas a decisão está aberta. Temos o segundo jogo na casa do adversário. Sabemos da dificuldade, mas nada é impossível. Esperamos sair de lá com uma vitória e o título”, afirmou Geraldo Aurélio, técnico do Caravaggio. 

Maracajá ganhou a Série B

Divulgação

A equipe do Maracajá é a grande campeã do Campeonato Regional da Larm da Segunda Divisão de 2018.  O título foi conquistado no sábado, em Forquilhinha, contra o time do Ouro Negro. No jogo de ida, o Maracajá havia vencido pelo placar de 2 a 1. Já no último sábado, o placar acabou empatado em 2 a 2. Ewe, aos 17 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o Ouro Negro. Samuca, aos 38, empatou para o Maracajá. Em seguida, Borrachinha colocou novamente o Ouro Negro na frente do placar. Por fim, Maurício, aos 24 do segundo tempo, deu números finais à partida. Com o título da segunda divisão, o Maracajá conquistou a vaga para disputar a Primeira Divisão em 2019.