Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Silas, a aposta do Atlético Tubarão

Treinador foi apresentado nesta tarde. Clube tem metas ousadas para 2019
Denis Luciano
Por Denis Luciano Tubarão, SC, 03/12/2018 - 15:58Atualizado em 03/12/2018 - 16:04
Divulgação
Divulgação

O Atlético Tubarão aposta alto para 2019. O clube apresentou o ex-jogador Silas como seu treinador para a próxima temporada. "É um passo importantíssimo para cumprirmos objetivos", saudou o presidente Luiz Henrique Ribeiro. Silas tem currículo de peso. Já comandou Flamengo, Grêmio, Náutico, América (MG), Avaí e Fortaleza, entre outros clubes.

"Agradeço ao Tubarão pela confiança", disse o treinador, que terá pela frente o Campeonato Catarinense, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro. Ele apresentou o auxiliar técnico Tiago Campanaro. "No cenário nacional o Tubarão é muito bem falado", referiu o auxiliar, empolgado com a oportunidade.

Terceiro colocado no último Estadual, o Tubarão entra com metas ousadas no Catarinense. Na Copa do Brasil, o Tubarão foi eliminado na segunda fase neste ano pelo Atlético Paranaense, em uma derrota por 5 a 4 em Curitiba, em um dos jogos mais emocionantes da competição. "Vim pelos projetos, pelo calendário e por tudo o que se fala do Tubarão. Eu quero ser um tijolo a mais na construção desse clube", apontou o treinador.

O perfil

Quem - Paulo Silas Pereira

De onde - Campinas (SP), 53 anos

Clubes como jogador - São Paulo, Sporting-POR, Central Español-URU, Cesena-ITA, Sampdoria-ITA, Internacional, Vasco, Kashiwa Reysol-JAP, San Lorenzo-ARG, Kyoto Sanga-JAP, Atlético-PR, Rio Branco-SP, Ituano-SP, América-MG, Portuguesa e Inter de Limeira-SP

Clubes como técnico - Fortaleza, Avaí, Grêmio, Flamengo, Avaí, Al-Arabi-QAT, Al-Gharafa-QAT, Náutico, América-MG, Portuguesa, Ceará, Avaí, Novorizontino-SP e Red Bull Brasil-SP

O último clube de Silas foi o Red Bull Brasil, de São Paulo, em 2017. O Tubarão estreia no Campeonato Catarinense no dia 16 de janeiro, em casa, no clássico contra o Hercílio Luz. Ouça a entrevista coletiva no podcast abaixo.

(Colaboração: Jean Cardoso Jr / Rádio Bandeirantes)