Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Projetos da Unesc ganham prêmios de incentivo à cultura

Prêmio Elisabete Anderle destina aporte financeiro para as instituições colocarem os projetos em prática
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 21/10/2019 - 17:56Atualizado em 21/10/2019 - 18:07
Divulgação
Divulgação

A Unesc, por meio do Setor de Arte e Cultura da Universidade, teve dois projetos contemplados no Prêmio Elisabete Anderle de Incentivo à Cultura. Os projetos foram o de “Patrimônio Cultural Plano Museológico do Museu da Infância” e o de “Exposições Temporárias do Espaço Cultural 'Toque de Arte'”. Ambos receberão aporte financeiro para serem colocados em prática.

O Projeto de Patrimônio Cultural Plano Museológico do Museu da Infância foi um dos contemplados na categoria Prêmio Museus Eixo Gestão/Acervo. O texto propõe elaborar o Plano Museológico do Museu da Infância da Universidade, dando continuidade à primeira etapa realizada em 2012. Na data, foram diagnosticados o levantamento institucional e a reformulação de processos de trabalho na formação de professores, nas atividades de ação pedagógica e nas demais instâncias culturais.

Segunda coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, desde o início da administração do Museu da Infância, já se colocava como meta a participação em projetos de fomento. “Agora o Museu terá novas propostas para desenvolver em 2020, ampliando nossa atuação no campo museal, finalizando o Plano do Museu da Infância e reativação do Núcleo Expositivo Infâncias e Culturas escolares”, finaliza.

O outro trabalho contemplado pelo Prêmio Elisabete Anderle foi o Projeto Exposições Temporárias do Espaço Cultural “Toque de Arte”. Aprovado na categoria Prêmio Artes Visuais eixo Produção/Difusão, ele propõe realizar três exposições, com duração de 40 dias, propostas por edital de Exposições Temporárias do Espaço Cultural Unesc.

Este edital de três exposições temporárias, contará com a temática “Criciúma 140 anos de História, Patrimônio e Poéticas Urbanas”, partindo de uma preocupação social e do desejo de propiciar um olhar de cuidado e valorização para as raízes e às diversidades existentes em cada espaço e lugar do municipal.

Além dos dois projetos da Unesc, outros 229 projetos de todo o estado foram contemplados.