Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Procon dá prazo para explicações sobre altas em preços

Representantes de postos de combustíveis e supermercados foram chamados para discutir recentes reajustes
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 09/09/2020 - 15:17Atualizado em 09/09/2020 - 15:34
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Procon de Criciúma esteve reunido com representantes dos setores supermercadistas e dos proprietários de postos de combustíveis para tratar do aumento no preço dos produtos, constatado no último mês. O assunto foi discutido no programa Agora, na Rádio Som Maior, na semana passada. O coordenador do Procon de Criciúma, Chalton Schneider, ressalta que a majoração é permitida por lei desde que justicada. 

A inflação dos alimentos e dos combustíveis vem sendo sentida pelos consumidores. Nos supermercados o dinheiro perdeu poder de compra e nas bombas de combustíveis a gasolina já ultrapassa os R$ 4.

"Nosso objetivo é dar uma resposta aos consumidores. Por isso requisitamos documentos que comprovem a necessidade de repasse de preço. Pedimos documentos como notas fiscais dos últimos meses. Iremos analisar através dos números", afirma o coordenador do Procon de Criciúma, Chalton Schneider.

De acordo com Chalton os empresários justificam que a alta de preços é um reflexo da economia como um todo. "Inclusive alegaram haver uma reunião com o presidente da república, Jair Bolsonaro, para tentar uma medida que não impacte tanto no bolso dos consumidores", encerra Chalton Schneider.