Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Polícia pede ajuda para apanhar três foragidos

Envolvidos em crime ocorrido em Nova Veneza estão com
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 27/08/2019 - 17:08Atualizado em 27/08/2019 - 17:10
Divulgação
Divulgação

Nas apurações da morte de David Fenali Zuchinalli, o vulgo "Filé", encontrado sem vida no último dia 6 de fevereiro em um valo no interior de Nova Veneza, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma concluiu que ele foi assassinado por integrantes de uma facção criminosa por ter emprestado o revõlver utilizado em um homicídio ocorrido em 8 de dezembro de 2018 em Criciúma. Nesse caso, foi morto um integrante dessa facção.

Foi apurado então, no inquérito, que sete pessoas tiveram participação ativa no homicídio de David. Houve o deferimento das prisões preventivas de três investigados. Dois deles já estão presos. No último dia 14, a 1ª Vara Criminal de Criciúma deferiu as prisões de mais quadro indiciados. Desses, somente um foi preso, e os demais encontram-se foragidos. 

Os procurados pela polícia são Mateus Sipriano Felizardo, o vulgo "Pulga", de 19 anos, Felipe Nicoletti Ferreira, o vulgo "Metralha", de 27 anos, e Leonardo Topanotti, de 21 anos. Quaisquer informações podem ser repassadas aos telefones da DIC, 3461.9800, no Disque Denúncia 181 ou 98844.0011 e para a PM, pelo 190.