Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Para atrair a atenção do professor

Podendo ser titular na estreia, Jacy Maranhão aguarda ansioso a oportunidade de agradar Doriva
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 08/01/2019 - 08:30
Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna
Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

Foi uma longa espera na última temporada. Apresentado no dia primeiro de fevereiro de 2018, vindo de um empréstimo do Atlético-PR até o fim de 2019, o zagueiro Jacy Maranhão demorou a ter sua oportunidade no Tigre. Entrou em campo apenas no dia 28 julho, na vitória do Criciúma sobre o Vila Nova por 1 a 0. “Esperei chegar aqui para ter novos desafios. A gente sempre está querendo jogar, mas eu sabia que ia ser complicado. Tinha o Nino, o Sandro o Fábio (Ferreira), o Christian. Queria ter jogado um pouco mais, mas sabia das dificuldades que iria ter”, lembra.

Jogou e agradou. Não comprometeu. Depois da estreia com a camisa tricolor fez apenas mais um jogo no ano passado, no empate em 3 a 3 contra o CRB, quando acabou marcando um gol contra. “Agora é pensar em fazer um gol a favor. Fui infeliz em fazer um gol contra ano passado, mas isso faz parte. Se um dia eu chegar a fazer o gol pelo Criciúma, eu não sei nem explicar o que vai ser”, declarou.

O otimismo em fazer um ano diferente no Criciúma pode ter a primeira oportunidade já na estreia do time na temporada. Com Nino, seu companheiro de zaga, ainda se recuperando de uma lesão no púbis sofrida no ano passado, pode ser Jacy Maranhão a dupla de Sandro na defesa contra o Figueirense, no dia 17 de janeiro, no Campeonato Catarinense. É a oportunidade para agradar o técnico Doriva.

“Eu não sei ainda (se vai ser titular). Mas espero poder fazer bons jogos este ano. Fazer esse primeiro contra o Figueirense e daí, se eu for bem e o treinador gostar, ter uma sequência de jogos”, frisou o zagueiro.