Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O primeiro passo para uma nova ligação com o extremo sul

Liberação de quase R$ 4 milhões para a SC-108 traz esperanças para Jacinto Machado e Praia Grande
Denis Luciano
Por Denis Luciano Jacinto Machado, SC, 18/11/2019 - 16:36Atualizado em 18/11/2019 - 16:39
SC-108 está sendo preparada para obras em Jacinto Machado / Divulgação
SC-108 está sendo preparada para obras em Jacinto Machado / Divulgação

Projeto apresentado em audiência pública no último dia 29 em Praia Grande apontou custo de R$ 111 milhões para pavimentar os 31 quilômetros da SC-108 na ligação com Jacinto Machado. Ciente da dificuldade de cobrir todo esse custo e abraçar o projeto de imediato, o governador Carlos Moisés entregou na última quinta-feira, 14, recursos suficientes para pavimentar os primeiros quatro quilômetros do trecho.

"Quando a gente assina uma obra dessas, não é dinheiro do governador, não é dinheiro dos deputados. É dinheiro das pessoas. Nós estamos economizando, fazendo o dever de casa, para que o dinheiro das pessoas sejam usados em estradas, hospitais, escolas, segurança", disse o governador, no ato prestigiado por lideranças de toda a região. Essa obra está no pacote do programa Novos Rumos do Governo do Estado.

"Tenho certeza que quando o governador voltar aqui e ver o trecho concluído, por um custo abaixo do previsto em projeto, vai aumentar o ânimo para seguir asfaltando mais ao longo dessa rodovia. O que o Governo do Estado vem provocando uma transformação, e agora é o começo da realização de um sonho", afirmou o prefeito de Jacinto Machado, João Batista Mezzari.

O repasse totaliza R$ 3,98 milhões, com recursos próprios do Estado, para asfaltar a SC-108 a partir de Jacinto Machado em direção a Praia Grande. Faltarão, ainda, 27 quilômetros. O governador não quis se comprometer com prazos para viabilizar o resto da obra, mas lembrou que ela está no radar. "São mais de R$ 100 milhões e para que tudo isso se concretize, o Estado precisa ter acesso a novos financiamentos", explicou.

Conforme o secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, lembrou na audiência pública do fim do mês passado, o Estado ainda está em recuperação de crédito para, posteriormente, alçar voos maiores na busca de recursos externos, o que então permitirá buscar verba para atender esse e outros trechos. "O projeto está feito, ele é complexo, conta com desapropriações no caminho, mas é também uma obra estratégica, que vai aquecer a economia do extremo sul", lembrou.

Confira também - SC-108 vai custar R$ 111 milhões no extremo sul

Emendas entregues

No mesmo evento da semana passada o governador Carlos Moisés assinou a liberação de recursos de seis emendas parlamentares para a infraestrutura no extremo sul. Jacinto Machado recebeu R$ 300 mil para pavimentar com lajotas as ruas Pedro Rosso e Abílio Trombin, por emenda do deputado Mário Marcondes (PL), e mais R$ 723 mil para as ruas Araçá e Giovanni Boselho, emendas do deputado Manoel Mota (MDB).

Houve também a liberação de R$ 400 mil para adquirir 110 toneladas de asfalto para atender as ruas Frederico Rovaris, Anibal Della e Jorge Lacerda, também em Jacinto Machado, frutos de emendas do deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB).

Para São João do Sul foram liberados R$ 200 mil para recuperar estradas vicinais, via emenda do deputado Manoel Mota (MDB). Para Turvo, melhorias nas rodovias TVO-352 e TVO-357, bem como para as ruas Três, Antônio Zatta e Anita Formentin Baesso, totalizando investimentos de R$ 1,1 milhão por emendas do deputado Rodrigo Minotto (PDT). Ainda para Turvo, mais R$ 254 mil para aplicar na TVO-355, com emenda da deputada Ada de Luca (MDB).