Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O Avesso e as criciúmenses que foram Miss Santa Catarina

Elenice Engel e Virgínia Rosso chegaram a ser Miss Santa Catarina em 1989 e 2003, respectivamente
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 24/09/2020 - 18:02Atualizado em 24/09/2020 - 18:09
Fotos: Vitor Netto / 4oito
Fotos: Vitor Netto / 4oito

Um programa Do Avesso de classe e beleza. A passarela da Rádio Som Maior recebeu, nesta quinta-feira, 24, duas personalidades que fazem parte da história da cidade. Elenice Engel e Virgínia Rosso foram, respectivamente, Miss Santa Catarina em 1989 e Miss Santa Catarina em 2003. 

O Miss Brasil é o mais tradicional concurso de beleza feminino realizado anualmente e que visa eleger, entre as representantes de cada estado. O concurso existe desde 1954, quando a baiana Martha Rocha tornou-se a primeira Miss Brasil. 

Foto: Vitor Netto / 4oito

Em Santa Catarina, o curso existe desde 1955 e conta com importantes nomes, como Vera Fischer em 1969, que também levou o estado para o título nacional. 

A trajetória de Elenice

A história de Elenice começou quando ela foi, aos 18 anos, rainha da Festa do Vinho de Urussanga. "Eu sou natural de Criciúma mas morava em Urussanga então eu havia o concurso e eu participei. Mas eu não tinha pretensão de nada e eu não tinha esteriópito nada. Eu estava fazendo o técnico na Elaine e me chamaram para concorrer o concurso de Miss", explicou. "Na festa do Vinho mesmo já me falaram 'você tem condições de participar do Miss Santa Catarina'", completou. 

Com ritmo intenso, Elenice recebeu auxílio e torcida de toda a cidade para concorrer e cumprir eventos, ganhando a competição estadual. 

A trajetória de Virgínia

Virgínia foi Miss Santa Catarina em 2003 e chegou a lista de 10 tops Misses no concurso nacional. "Tudo foi meio por acaso. Eu participava de um grupo étnico da etnia Portuguesa aqui em Criciúma e eu fui ser rainha da etnia e eles me incentivaram. Quando eu fui Miss Criciúma, para mim, já era uma grande reponsabilidade", comentou. 

Após ganhar o Miss Criciúma, Virgínia trilhou a sua história até concorrer e representar o estado no Miss Brasil. "Tinha 40 candidatas no concurso do estado e eu nunca achei que ia ganhar. a minha trajetória, eu ganhei em Criciúma, tive um preparo, ganhei o Miss Santa Catarina e depois fui representar o estado no Miss Brasil", contou. 

Ouça a entrevista completa: