Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

NOVO alcança a meta e vai disputar eleição em Criciúma

Partido chegou a 150 filiados e agora avança para treinamentos de dirigentes e preparação de processo seletivo
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 10/06/2019 - 16:55Atualizado em 10/06/2019 - 16:59
Um dos eventos do NOVO em Criciúma no ano passado / Divulgação
Um dos eventos do NOVO em Criciúma no ano passado / Divulgação

Vai ter partido estreando na eleição municipal de Criciúma em 2020. O NOVO alcançou nesta segunda-feira a meta de 150 filiados, o que o habilita dentro dos critérios próprios da sigla a montar uma diretoria executiva e treinar seus aspirantes para concorrer a prefeito, vice e vereadores no ano que vem. "Teremos candidatos", comemora o coordenador do NOVO em Criciúma, Gelson Philippi.

"Fechamos os 150, mas teremos bem mais. Tem muita gente se filiando na última semana", afirma o dirigente. "Teríamos mais de 400 para se filiar, mas como a filiação é paga, e a economia não anda bem, muitos não conseguiram fazer o pagamento", destaca. "Se fosse que nem os outros partidos, que usam dinheiro público, já teríamos mais de mil filiados em Criciúma", projeta Philippi. Para se filiar ao NOVO é preciso fazer o cadastro no site, aguardar o processo de credenciamento e pagar uma contribuição mensal de R$ 29,81.

"Os 150 filiados são necessários pois, como não usamos dinheiro público, é com essa contribuição que montamos uma estrutura local, com sede, uma funcionária para atender. Temos que ter dinheiro em caixa para o partido funcionar", explica o coordenador.

Agora é treinar

O NOVO de Criciúma enfrenta outras duas etapas agora na sua estruturação. Os filiados que desejam ser dirigentes partidários passam por um treinamento, e os que querem concorrer nas eleições em 2020 encaram um processo seletivo. "Quem é dirigente partidário não concorre pelo NOVO. Esse treinamento para os dirigentes é feito em São Paulo, na sede nacional do partido, enquanto o processo seletivo para os candidatos é composto de diversas etapas, e é bastante rigoroso", observa Philippi.

O treinamento para a composição do diretório envolve preparação específica para presidente, tesoureiro, secretário e outros cargos. "Pode ser que nesse treinamento a pessoa rode e não seja habilitada a compor a diretoria executiva", relata o coordenador. "Tem que ter todo o conhecimento do partido, filosofia, princípios, aspectos liberais", refere, sublinhando que tais premissas devem ser observadas também pelos aspirantes a candidatos. "O processo seletivo para quem quer se candidatar é  muito rigoroso. Não colocamos qualquer um de candidato a prefeito por exemplo. Precisa ter experiência comprovada em gestão por no mínimo oito anos, é como se fosse contratar um executivo para gerenciar nossas cidades", enaltece.

Os votos em 2018

O NOVO teve candidato em Criciúma na eleição de 2018. O advogado Luiz Baldin concorreu a deputado federal e somou, em toda Santa Catarina, 11.905 votos, ficando na quarta suplência do partido que elegeu Gilson Marques para uma cadeira na Câmara. Em Criciúma, Baldin ficou em sétimo lugar com 3.038 votos. O candidato do NOVO à presidência da República, João Amoêdo, ficou em quarto lugar em Criciúma, com 4.384 votos, 3,95% do total. Ficou à frente de nomes como Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede).

Amoêdo esteve em Criciúma no ano passado / Foto: Arquivo / 4oito

"O Baldin, por exemplo, tem que se submeter a um novo processo seletivo se quiser participar das eleições do ano que vem. Cada eleição é um processo", conta Philippi. "Não temos qualquer objeção nem discriminação. Quem quiser se filiar conosco, se filia no site. Se for aprovado, o partido faz posteriormente a depuração entre os que querem concorrer", pondera. "Se no fim das contas tivermos três aprovados para concorrer a prefeito, o diretório tem o poder de negociar entre os concorrentes para fechar a nossa chapa", emenda.

Luiz Baldin foi o primeiro candidato do NOVO em uma eleição em Criciúma

Os treinamentos do diretório e o processo seletivo dos futuros candidatos já deve iniciar nas próximas semanas. Mensalmente a coordenação do NOVO em Criciúma promove uma reunião dos dirigentes e em breve haverá um evento de comemoração com os filiados para exaltar a marca dos 150 correligionários.