Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Na posse da Acic, Salvaro não comenta recuo de candidatura

Prefeito anuncia compra de terreno da antiga Cecrisa por R$ 9 milhões, agradece governador e reforça compromissos com empresariado
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 28/03/2022 - 21:15 Atualizado em 28/03/2022 - 22:32
Salvaro na posse do presidente da Acic / Foto: Enio Biz / 4oito
Salvaro na posse do presidente da Acic / Foto: Enio Biz / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Em seu primeiro discurso público depois de anunciar que abriu mão do convite para ser candidato a vice-governador, o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) não tratou de eleições. Em uma fala de 12 minutos durante o ato de posse do novo presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Valcir Zanette, Salvaro reforçou compromissos com o setor, elencou pontos positivos da sua gestão e fez agradecimentos, elogios e pedidos ao governador Carlos Moisés (Republicanos).

No único instante em que passou perto do tema político, fez uma menção às dificuldades enfrentadas pelas esposas de políticos. Citou a sua, a primeira-dama Adriana Salvaro, para contar um episódio decorrente do vídeo que gravou para justificar a permanência na prefeitura e a consequente desistência de candidatura estadual. 

"[No vídeo] Eu olhei pra bandeira e disse: tu, Criciúma, sua lindona, eu vou cuidar de ti até o último dia desse mandato, viu Ricardo [Fabris, vice-prefeito]". Daí, ele contou que recebeu um telefonema da primeira-dama. "Minha mulher disse, tu nunca disse isso pra mim", emendou, em um dos momentos em que cativou risadas da plateia, que estava repleta.

Compra do antigo pavilhão da Cecrisa

Também no discurso, Salvaro anunciou a compra, pelo Município, do antigo pavilhão da Cecrisa no Bairro Nossa Senhora da Salete. "Nós estamos com várias áreas industriais oferecendo infraestrutura, energia, pavimentação, tudo o que é necessário para implantar uma empresa, Criciúma oferece", observou.

"Há uns dois meses eu fui na Agronômica e pedi aquele terreno onde funcionava a Cecrisa. O governador deu uma olhada, a gente não sabia, aquele terreno foi repassado para a Celesc. Daí eu fui na Celesc, ali cabe um Parque Industrial e Tecnológico. A Celesc pediu R$ 13 milhões", contou. O Fontana [Olvacir, empresário da construção civil] disse, compra, senão eu compro", provocando mais risadas. "Daí dei uma choradinha, trouxeram para R$ 9,7 milhões. Eu imagino que o governador vai me ajudar a nos conseguir, eu vou assinar aqui, agora, para comprar o terreno por R$ 9 milhões, para pagar parcelado", revelou, voltando a cativar risos da plateia. "Eu tenho certeza que o Governo do Estado, parceiro como é, vai nos ajudar a adquirir essa área importante para o município", emendou.

Agradecimentos e saúde

O prefeito fez questão de mencionar a nota máxima no Modelo de Excelência em Gestão anunciada nesta segunda-feira. "Hoje recebemos a informação que a Secretaria do Tesouro da União classificou Criciúma com a melhor gestão em todo o território nacional, ficamos em oitavo lugar como o município mais transparente. Governamos uma cidade com 220 mil habitantes com apenas cinco secretários", referiu. "Um governo que quando a Lei de Responsabilidade Fiscal diz que pode comprometer até 50% da arrecadação, nós estamos com 33%. É por isso que em cada canto do nosso município vocês observam obras", destacou.

Daí, veio outro elogio ao Governo do Estado. "Mas não é só por conta dessa eficiência na gestão, é por conta dos grandes parceiros que temos, e aqui quero agradecer o governador", salientou. "Obrigado, governador, não apenas pelo Plano 1000, mas também pelos convênios", afirmou, dirigindo-se a Moisés.

Em seguida, lembrou da sua atual batalha, da busca por recursos para garantir o setor de oncopediatria no Hospital São José. "O governador quase não pode mais me ver. Pediu que a gente resolva os problemas burocráticos que os recursos o Estado vai ver depois", enfatizou. "Criciúma é referência, apenas dois serviços que faltam para estarmos completos, a oncopediatria, hoje temos 85 crianças que buscam tratamentos em Florianópolis, e o transplante de fígado, que estamos com processo bem avançado. Quando fizermos isso podemos dizer que estamos completos na saúde, referência na saúde", completou.

Agilidade para abrir empresas

Salvaro citou, durante o discurso, o esforço da prefeitura para que fique cada vez mais ágil a abertura de empresas na cidade. "Eu venho da iniciativa privada. A gente olhava para os governos e dizia, olha, se o governo não atrapalhar já está bom demais. Aqui em Criciúma não é assim. Primeiro, que não atrapalhamos, aqui é diferente, é o inverso. Aqui nós embalamos, cuidamos daqueles que querem empreender, por isso temos a Casa do Empreendedor", afirmou.

"Há tempos atrás, para tirar um CNPJ, levava-se meses. Hoje estamos com dez horas. A partir da zero hora de hoje, com quatro horas, você deu entrada com o CPF e sai com o CNPJ. Uma cidade que em doze meses criou mais de 5,4 mil novas empresas, de pequeno porte, não importa, foram emitidos mais de 5,4 mil CPNJs. Esta é a cidade de Criciúma, boa para viver, boa para morar", sublinhou.

Prestígio à Acic e educação

O prefeito fez questão, ainda, de enfatizar o papel da Acic. "É uma grande responsabilidade presidir uma entidade tão representativa", falou, dirigindo-se ao presidente que saiu, Moacir Dagostin, e ao recém empossado, Valcir Zanette. 

Em seguida, Salvaro fez menção aos investimentos do Município em educação. "Logo, logo, nós estaremos colocando no mercado bons profissionais. Quase todas as crianças já tem o contraturno, aulas de Educação Financeira, Empreendedorismo, Robótica, plataformas de Inglês", enfatizou, lembrando que a cidade conta com 22 mil alunos na rede municipal de ensino. Citou, ainda, a importância da conclusão ainda neste ano do Centro de Inovação, como importante agente para potencializar o desenvolvimento.

Voltou a dirigir-se ao governador Moisés, elogiando o papel do Estado na condução das políticas contra a pandemia de Covid-19. "Poder fazer eventos presenciais, nós precisamos estar em contato um com o outro. Depois de dois anos de pandemia o Estado tomou as decisões certas, por isso é um Estado que protagonizou as melhores ações juntamente com os municípios", frisou. Fez, ainda, agradecimentos aos secretários de Saúde do Estado, André Motta Ribeiro, e do Município, Acélio Casagrande. Ambos estão deixando os cargos no fim da semana para buscar cadeiras na Assembleia Legislativa (Alesc). "Nós tomamos as medidas, não permitimos que a cidade fosse desligada. Sempre defendemos a saúde com cuidados redobrados e a vida precisa seguir. Foi exatamente isso que fizemos", observou. 

Ouça o pronunciamento do prefeito Salvaro no podcast:

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito