Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Na falta da experiência, sobrou para a gurizada

Dos 13 que entraram em campo contra a Ponte Preta, apenas quatro jogadores têm mais de 24 anos
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 16/08/2018 - 08:00
Dos dez desfalques que Mazola teve contra a macaca, sete têm aproximadamente 30 anos / Foto: Daniel Búrigo
Dos dez desfalques que Mazola teve contra a macaca, sete têm aproximadamente 30 anos / Foto: Daniel Búrigo

Com tantos desfalques para pegar a Ponte Preta, o técnico Mazola Júnior não tinha outras opções a não ser os improvisos. Diante da situação, o treinador teve que colocar em campo um time com uma menor experiência. “Dos jogadores de linha que entraram em campo hoje, praticamente todos, tinham menos de 24 anos, o resto era acima”, lembrou o treinador após a derrota em São Paulo.

Ele tem razão. Dos 13 atletas que participaram da partida – 11 titulares mais as duas substituições – a média de idade ficou em apenas 23 anos. Acima disso, tirando o goleiro Belliato, com 30 anos, apenas Liel(29) Ronaldo(24) e Alex Maranhão(33) superam a marca.

A parte mais experiente do time, aqueles com maior bagagem no futebol e com idades maiores, foram desfalques no elenco não viajou para enfrentar a macaca. Marlon(32) e Zé Carlos(35) cumpriram suspensão pelo cartão vermelho levado contra o Atlético-GO. A lista ainda tinha Luiz(35), Fábio Ferreira(33) e Nicolas(28), todos no departamento médico, Suéliton(31) e Sandro(30) na transição.

Fora isso, as baixas foram somados com João Paulo (21) e Lucas Coelho(24), mais dois no departamento médico, e Andrew(21) suspenso pelo terceiro amarelo. “Quando você com uma aposta dessa (nos mais novos) contra um adversário que investiu forte, nós temos esse dissabor que tivemos hoje aqui”, acrescentou o treinador.