Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Moacir Pereira: Carlos Moisés ficará sem partido até outubro

O governador anunciou desfiliação ao PSL no último sábado
Por Letícia Ortolan 12/07/2021 - 11:05 Atualizado em 12/07/2021 - 12:27
Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O comentário político de Moacir Pereira no Programa Adelor Lessa desta segunda-feira, 12, foi sobre a desfiliação de Carlos Moisés ao PSL (Partido Social Liberal). O governador de Santa Catarina anunciou no último sábado, em um encontro com seus apoiadores em Florianópolis, que ficará sem partido nos próximos meses. 

Conforme Pereira, o assunto não teve grande repercussão no meio político porque já era uma situação esperada. Desde o seu primeiro ano de gestão, 2019, esteve desconectado com a sociedade das lideranças do setor produtivo e até mesmo com a sua base parlamentar. 

“Esse distanciamento se agravou até nos processos de impeachment, com deputados de seu partido votando pela cassação várias vezes. A dissidência também foi provocada pela postura política do governador, considerada hostil e de oposição ao presidente Jair Bolsonaro, o maior responsável por sua eleição ao governo”, destacou Moacir Pereira. 

Na Assembleia Legislativa, por exemplo, dos seis deputados eleitos pelo PSL, devido ao Presidente da República,  o governador ficou apenas com o  Coronel Mocellin. O cenário foi semelhante na Câmara Federal e com a direção estadual e nacional do PSL, já não havia diálogo há muito tempo. 

Carlos Moisés fica agora na expectativa dos acontecimentos políticos e das novas decisões do Congresso Nacional sobre as regras da Lei Eleitoral que vai vigorar em 2022. Isso significa que a decisão do novo partido só deverá acontecer depois de outubro.
 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito