Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Hora de esquecer as lesões

Sandro quer esquecer as quatro passagens pelo departamento médico e retornar a ter sequência de jogos
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 13/09/2018 - 08:00
Para o zagueiro responsabilidade aumenta com os elogios de Mazola / Foto: Daniel Búrigo/Arquivo/A Tribuna
Para o zagueiro responsabilidade aumenta com os elogios de Mazola / Foto: Daniel Búrigo/Arquivo/A Tribuna

Desde que chegou ao Criciúma, o zagueiro Sandro possui algumas lembranças pouco agradáveis. Desde dezembro, quando foi contratado, o atleta esteve quatro vezes na lista dos jogadores do departamento médico. A mais recente aconteceu após o jogo contra o CRB, no primeiro turno, dando lugar para Liel, improvisado, fazer uma sequência de jogos, já que Fábio Ferreira também estava em tratamento. Recuperado, Sandro foi titular nos dois últimos jogos do Criciúma e fez boas partidas. Agora quer ficar longe dos afastamentos para garantir a titularidade.

“Passei um momento muito difícil. Consegui suportar tudo aquilo com a rapaziada da comissão técnica e do departamento médico que sempre tentam recuperar a gente. Mas aconteceu e agora é levantar sacudir a poeira e estar à disposição do treinador”, disse o zagueiro do Tigre.

E conseguir manter uma sequência de jogos não é bom somente para Sandro, mas também para a defesa do Criciúma que recebeu elogios do treinador nos últimos partidas. “Tem que ajudar os companheiros lá na frente. Nossa equipe entendeu que defendendo a gente vai sofrer menos. É a chance que a gente tem. Em 90 minutos segurar uma equipe com (Vitor) Feijão que é muito rápido e Zé que é matador é difícil”, analisou o jogador sobre as forças do tricolor.

Mas os elogios recebidos de Mazola também aumenta a pressão para os zagueiros. “A responsabilidade vai aumentar. Vamos tentar ser melhores ainda para conseguir um elogio no final”, brincou Sandro.