Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Grizzo diz que não existe explicação para a derrota

Tigre empatou nos 90 minutos e perdeu nos pênaltis, caindo na Copa do Brasil
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 21/02/2018 - 23:23Atualizado em 22/02/2018 - 01:07

O Criciúma empatou com o Cianorte na noite desta quarta-feira (21) por 1 a 1, mas foi derrotado nos pênaltis e eliminado da Copa do Brasil.  Na entrevista coletiva, o técnico Grizzo disse que alguns jogadores ainda estavam se recuperando fisicamente e que a situação não é fácil.

"Tivemos algumas situação que podíamos girar a bola, eles estavam com um a menos. A gente fez o que deu, com Luiz Fernando e o Carlos Eduardo pelos flancos. Infelizmente o resultado não veio, a bola não entrou".

Grizzo disse que a partida foi tratada como o jogo da vida, por ele e pelo grupo de jogadores. O técnico afirmou que continuará trabalhando em busca dos resultados.

"Tentamos de tudo, se faltou alguma coisa, nós temos que trabalhar. Nesse momento não adianta falar muito. Eu como torcedor não tenho explicação, não existe explicação para a derrota", pontuou.

O técnico lembrou que a equipe adversária ainda não perdeu na temporada e destacou suas qualidades. Grizzo disse que não cabe a ele julgar o elenco. Para ele, Carlos Eduardo estava descansando e não existe batedor de pênalti experiente ou não.

"Pênalti é um questão de felicidade. Grandes jogadores já perderam. Temos uma torcida maravilhosa e se não quiser receber crítica, não pode trabalhar com o futebol", finalizou Grizzo.