Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Gaivota: escritores trocam experiências em Confraria Literária

Evento foi aberto ao público que gosta de literatura e gastronomia
Redação
Por Redação Balneário Gaivota - SC, 03/11/2019 - 14:10
Foto: Divulgação / Prefeitura de Balneário Gaivota
Foto: Divulgação / Prefeitura de Balneário Gaivota

Em uma era digital que muitas tendências mudam, a cultura busca manter seu espaço e a primeira Confraria Literária de Balneário Gaivota teve saldo positivo com bastante participação e muita emoção. Outros eventos agendados e a realização da primeira edição causaram certa preocupação para a organizadora Selma Wolff. O formato unindo gastronomia era outra aposta do projeto.

"O evento foi bem proveitoso, pois ao término da confraria os escritores já estavam se organizando para próxima, queriam saber onde era o local e confirmando presença. Todos os escritores que receberam convites compareceram. Apresentaram suas obras e se apresentaram. Entre eles havia alguns que não se conheciam. O momento da poesia teve magia. Leonardo Müller, conhecido como Gezuz, presidente do Conselho de Cultura e poeta recitou e sorteou cinco de suas poesias para o público. No momento da rima, seu Arnaldo Estevam deu um show e o ponto alto da confraria foi a união do novo com o velho, em que seu Arnaldo e Gezuz brindaram ao público com uma rima de improviso", relatou Selma.

A escritora Clair Ferminiano falou da história dos açores e o seu apreço pela escrita. O escritor Tarcísio R. da Rosa falou de suas poesias. O poeta João Batista recitou. A escritora Eliane Debus falou sobre seu livro Antonieta ao prestigiar a abertura da confraria e falar do lançamento de seu livro, brindando com alguns autógrafos.

O momento Kids foi memorável com a presença de Mirian Cardoso e David Hanh, cantando histórias e para finalizar Selma Wolff apresentou Negras Palavras Gaúchas 2, uma obra onde ela é uma das escritoras juntamente com mais 26 autores negros que contam suas histórias, poemas e artigos científicos.

O diretor de Cultura, Jorge Cunha, ratificou a importância de fomentar a cultura. "É preciso criar espaços e lutar pela causa. É por meio de oportunidades que se criam as raízes". O prefeito, Ronaldo Pereira da Silva, parabenizou a atitude em organizar um espaço de oportunidades para que os livros não se percam e as pessoas percebam que há varias formas de se conectar com as histórias.

"Podemos observar que mesmo sendo uma cidade litorânea, a cultura floresce, só estava adormecida e esse encontro de escritores, reavivou a emoção de troca de experiências. Até a próxima confraria!", destacou Selma. Uma nova confraria deve ser agendada para daqui três meses. O evento é aberto ao público que gosta de literatura e gastronomia.

Escritores presentes na primeira edição: Eliana Debus, Arnaldo Estevam, Clair Fermiano, João Batista, Tarcísio Roldão, Jaqueline Galina e Leonardo Müller.