Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ex-diretora do CEJA é presa em Araranguá

Condenação em segunda instância refere-se a desvios de recursos do Programa Brasil Alfabetizado
Por Redação Araranguá, SC, 21/08/2019 - 15:27Atualizado em 21/08/2019 - 15:34
Divulgação
Divulgação

Ex-diretora do CEJA de Araranguá foi condenada, em segunda instância, a prisão. Ela é acusada de apropriação de dinheiro público, estando sujeita a pena de dois a doze anos. Conforme os autos, ela e mais um servidor acusado teriam promovido desvios entre os anos de 2005 e 2007 de recursos oriundos do Programa Brasil Alfabetizado. 

Até o momento, a investigação apurou o desvio de mais de R$ 25,7 mil, por 36 cheques da Secretaria de Educação. Os recursos teriam sido empregados no pagamento dos alfabetizadores envolvidos no programa. 

A prisão ocorreu por volta das 12h desta quarta no Bairro Jardim das Avenidas. Na abordagem, promovida pela Polícia  Militar, constatou-se ainda que o veículo utilizado pela acusada estava com a documentação atrasada, gerando recolhimento. A pena dela está fixada em 4 anos, 5 meses e 10 dias em regime semi-aberto e 55 dias-multa. Ela foi encaminhada ao Presídio Regional de Araranguá, de onde será encaminhada ao Presídio Feminino de Tubarão.

(Com informações do site Agora Sul)