Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Eu canto o que acho que é o correto, aquilo que acho que vai tocar as pessoas”

Natural de Turvo, Juan Pablo venceu concurso do Raul Gil e é exaltado por Moacyr Franco
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 11/01/2018 - 14:49Atualizado em 11/01/2018 - 14:54
Juan Pablo, vencedor do
Juan Pablo, vencedor do "Quem sabe canta" (foto: Amanda Farias)

Quando pensamos em tenor, logo vem à mente um homem, já com idade avançada. No sul de Santa Catarina, quem se destaca é o jovem Juan Pablo, de 14 anos e natural de Turvo. Ele venceu o “Quem sabe canta”, do Programa Raul Gil, no SBT, ao lado de seu parceiro Vitor Delazeri. No Do Avesso, falou sobre a competição, o amor pela música e a vida. Um dos jurados do quadro era Moacyr Franco.

“A gente não tá lá por uma obrigação, a gente tá lá para fazer algo que a gente gosta. Isso tanto eu quanto o Delazeri, é uma magia que acontece quando a dupla tá junta”, destacou Juan Pablo.

Os dois receberam R$ 50 mil no programa do SBT, sendo R$ 25 mil para cada, o dinheiro foi investido na gravação de um CD e de um videoclipe. A dupla se conheceu nas redes sociais, mas o primeiro encontro pessoal foi apenas quatro dias antes das gravações do “Quem Sabe Canta”. “Hoje ele é muito meu amigo, mais até do que pessoas que conheço a sete ou oito anos”.

Moacyr Franco gostou tanto deles que prometeu fazer uma música para os meninos. Segundo ele, a dupla tem tudo para fazer sucesso, pois passa sentimento durante o canto. “Ele mereceu muito mais, mereceu sim, foi muito bom. Eles foram insistentes, tem muita gente que subiu e desceu, é difícil sempre estar na alta. Eles tiveram sorte, tropeçaram quando podia”, analisou o jurado.

Juan Pablo é evangélico e deu os primeiros passos musicais dentro da igreja, acompanhado de perto por seu pai. Com o passar do tempo foi evoluindo, até ganhar destaque em um evento para pastores, em Itajaí, onde havia mais de 16 mil pessoas. Após o evento, produtores de música gospel entraram em contato para gravar um CD. O trabalho foi lançado em 2015, com 10 músicas inéditas.

“Aprendi com o meu pai, desde pequeno via ele cantar. Eu não fazia a mínima ideia do que era Andrea Bocelli, até conhecer. Eu canto o que acho que é o correto, aquilo que acho que vai tocar as pessoas. Hoje no mundo, com mais de sete bilhões de pessoas, não tem como agradar todo mundo”, afirmou.

Algum tempo depois, realizou participações no SBT Santa Catarina. Na sequência, participou de um piloto do Programa do Ratinho, mas o quadro não foi ao ar. “Era uma coisa para crianças, talvez a produção do Raul (Gil) não tenha autorizado”, explicou o jovem.

A carreira na televisão continuou, depois veio a participação no Máquina da Fama e chegou ao auge no “Quem Sabe Canta”. O programa foi ao ar ao longo de 2017, sendo que a final foi exibida no dia 23 de dezembro, porém, as gravações foram realizadas no dia 11. “Falei só para a família, sempre tem aquele perigo de vazar”, disse o tenor.