Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Estreia com derrota

No primeiro jogo da Copa São Paulo, Tigre perde para a equipe do São Carlos por 2 a 1
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 03/01/2019 - 21:18Atualizado em 03/01/2019 - 21:22
Foto: Portal A Cidade ON
Foto: Portal A Cidade ON

O Criciúma bem que tentou. Criou as melhores chances durante a partida, desperdiçou gols, mas acabou perdendo na estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A equipe Sub-20 do Tigre foi derrotado pelo placar de 2 a 1 para o time do São Carlos. Depois de sair atrás do placar, o Tricolor chegou ao empate, mas acabou cedendo o segundo gol para o adversário. O próximo desafio é contra o América-MG, no sábado, às 11h.

“Estamos cientes do que a gente tinha o controle do jogo. Mas infelizmente tomamos os gols em algumas situações e desperdiçamos oportunidades. Esperávamos uma vitória, ficamos abaixo do que a gente queria. Controlamos o jogo e não fizemos os gols e futebol é isso, é bola na rede”, analisou o técnico Sub-20.

Gol no fim do primeiro tempo

O São Carlos começou a partida pressionando e logo no primeiro minuto de jogo balançou a rede. Wallace, na pequena área marcou o dele, mas foi pego em posição irregular. Gol anulado. Na sequência, o Tigre melhorou na partida e passou a comandar o jogo. Aos 25 Julimar achou Reinaldo, que é desarmado na hora do chute. Com 35 minutos, em lance confuso, o São Carlos quase abriu o placar.

Mas o time paulista abre o placar só nos acréscimos do primeiro tempo. Paulo Vitor foi na linha de fundo e cruzou. Na pequena área, Vitor Frezza se atirou na bola e empurrou para o gol. 1 a 0.

Tigre chega ao empate

Depois do intervalo, o Tigre continuou melhor em campo e pressionando. Com apenas quatro minutos da segunda etapa, Pablo lançou para Claudinho, que tentou encobrir o goleiro Wesley e quase empatou. Sempre em cima do adversário, não demorou muito até o Criciúma conseguir deixar o placar igual.

Quando o cronômetro marcava 10 do segundo tempo o Tricolor conseguiu marcar. Depois de cruzamento de Reinaldo, a bola sobrou para o lateral Claudinho que de fora da área enfiou o pé para marcar um golaço. Ficou tudo igual, 1 a 1. Cinco minutos depois, o Tigre quase vira. Lukinhas cruzou e Reinaldo, quase na cara do gol, não alcançou.

Sem oferecer muito perigo, o São Carlos aproveitou bem uma das poucas oportunidades que teve. Pedro Afonso, aos 20 do segundo tempo, recebeu na entrada da área, limpou e bateu rasteira. São Carlos mais uma vez na frente, 2 a 1. A partir daí, só deu Criciúma até o fim do jogo.

Bola na trave

Reinaldo mandou uma bola no travessão após bela cobrança de falta. Aos 25, após um bate e rebate na área, a bola acabou sobrando para Pedroso, que quase igualou o placar. O Criciúma ainda desperdiçou mais algumas chances claras de gol.

Gustavinho cruzou, com 32 minutos, e a bola acabou encontrando o lateral Claudinho, que, na cara do gol, errou na força e na direção e mandou a bola por cima da meta de Wesley. No desespero, o Tigre foi todo para cima e teve mais duas chances nos últimos minutos de jogo.

Aos 45, o time do São Carlos fez um milagre. Wendell cruzou, João Victor finalizou e a bola não entrou porque a defesa do time paulista tirou em cima da linha. Já era 47 da segunda etapa quando Gustavinho recebeu excelente bola de Julimar, mas mandou muito longe do gol adversário.

O São Carlos ainda teve mais uma chance antes do apito final. Henrique viu o goleiro Wagner adiantado e arriscou o chute. O defensor do Tigre conseguiu se recuperar e mandou a bola para escanteio. Não dava tempo para mais nada. Criciúma derrotado.