Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Entidades do Sul unidas por um Plano de Desenvolvimento Regional

Presidente da Acic fala sobre desempregos e esclarece ações para retomada do crescimento
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 17/08/2018 - 10:22Atualizado em 17/08/2018 - 11:53
(foto: Clara Floriano)
(foto: Clara Floriano)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou ontem dados sobre o desemprego no país no segundo trimestre de 2018. A pesquisa mostra que faltou trabalho para 27,6 milhões de pessoas no país. O indicador leva em consideração os desempregados, os que estão sem empregos e não buscam vagas e ainda os que estão na ativa, mas consideram trabalhar mais horas.

O Presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin, trouxe hoje a situação regional, em entrevista ao Programa Adelor Lessa. “Em 2015 e 2016 perdemos, na região, 3100 empregos. Em 2017, tivemos apenas 14 novos empregos, mas não perdemos nada. Até maio de 2018 tínhamos recuperado em torno de 350 empregos. Aí em junho em julho nós perdemos. Ainda não temos dados. Temos este saldo positivo de 350 empregos, mas ainda é pouco. Precisamos recuperar os três mil empregos perdidos”, afirmou.

Dagostin esclareceu que a Acic e demais entidades do Sul do Estado de Santa Catarina, tem feito ações para retomar o crescimento da região. “A gente tem buscado junto ao Governo do Estado. Estamos em busca de um Plano de Desenvolvimento Regional. Todas as entidades do Sul estão envolvidas em sensibilizar o Governo que aporte recursos para fazermos este plano”, afirmou.