Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Embaixador do Real Madrid em um dos projetos do Criciúma

Advogado Alexandre Farias revelou, em reunião de interessados no futuro do Tigre, parte da sua proposta que será apresentada ao clube
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 28/08/2020 - 17:09Atualizado em 28/08/2020 - 17:12
Foto: Vitor Netto / 4oito / Arquivo
Foto: Vitor Netto / 4oito / Arquivo

"Fatalmente, o ex-presidente Moacir Fernandes será o presidente do Criciúma em 2021". Essa definição partiu do advogado Alexandre Farias, que lidera o projeto alternativo ao de Moacir para o futuro do Tigre, depois da gestão de Jaime Dal Farra. Farias participou da reunião da tarde desta sexta-feira, 28, que contou com cerca de vinte pessoas, entre empresários, possíveis investidores e conselheiros, que trataram das possibilidades que o clube tem.

"Vou conversar com o meu grupo. Eu tenho um grupo no nosso projeto. Eu não posso abandonar o meu grupo e entrar em outro grupo agora. O que podemos fazer é buscar um denominador comum e ver o que de um projeto pode ser agregado ao outro", disse Farias, quando indagado sobre a possibilidade de reforçar a proposta lançada por Moacir Fernandes, da criação de um sistema de cotas.

"O ex-presidente Moacir expôs a necessidade de levantar R$ 20 milhões para investimentos nos próximos quatro anos no Criciúma. Concordamos, com absoluta maioria, de que esse é o caminho", ratificou.

Confira também - Tigre: Anselmo vice agora, Moacir presidente em 2021

A novidade: Real Madrid

Mas, a certa altura da reunião, veio a novidade: Farias adiantou parte importante do seu projeto. "Eu tive que revelar que um dos nossos parceiros é o empresário Júlio César Santos Correia, embaixador do Real Madrid para a América Latina. É ele o responsável por todos os eventos do Real para a América Latina", ressaltou.

Júlio César está interessado, via projeto de Alexandre Farias, de ser um cogestor do futebol do Criciúma a partir de 2021. "Pensamos que o Criciúma não precisa mais de intermediários para colocar seus jogadores formados na base na Europa, por exemplo. O Júlio César, como empresário de muitos jogadores que é, e também ligado a um grande clube como o Real Madrid, poderá fazer essa relação para nós", explicou Farias.

Ele poderá, também, manifestar interesse no novo sistema de cotas com Moacir Fernandes na presidência. "Poderá. Vou expor isso a ele em uma conversa na segunda-feira. Hoje ele está no México, não conversamos ainda. Mas ele já esteve em Criciúma, já conversou com o presidente Jaime Dal Farra, ele conhece o Criciúma e demonstrou muito interesse", frisou. "Vamos tentar unificar os interesses, daqui a pouco ele pode até ser um dos investidores dessas cotas, nada impede", relatou.

Transição no começo de outubro

Novas conversas ocorrerão nos próximos dias entre os grupos. "Nosso objetivo comum é um só, o sucesso do Criciúma. Mas claro que temos pontos divergentes também, temos situações que pensamos diferente, mas não seremos impeditivo. Se o melhor for fazer o projeto com o presidente Moacir agora, nós deixamos a nossa proposta para outro momento", destacou.

Outra informação revelada por Farias, que resultou da reunião, é que a transição para uma nova diretoria começará no dia 1 de outubro. "Concordamos com isso. Então o empresário Anselmo Freitas deverá assumir a vice-presidência de Administração para fazer essa transição para a nova gestão", arrematou.