Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Em Criciúma, MOP atende passageiros, empresas e até mesmo a Prefeitura

Empresa criciumense atua em grandes municípios de SC, como Joinville, Chapecó e Lages
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 12/08/2020 - 13:48Atualizado em 12/08/2020 - 13:49
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Com quase dois anos de mercado, a MOP, empresa criciumense de transporte por aplicativo, já vem garantindo uma forte atuação em grandes municípios de Santa Catarina. A empresa que surgiu como uma cooperativa de motoristas logo se transformou em uma entidade privada e, agora, atende não somente a passageiros de modo geral como também  empresas e até mesmo a Secretaria de Saúde de Criciúma.

A entidade atua em municípios catarinenses como Joinville, Chapecó, Lages e Criciúma, além de marcar presença em Panambi e Ijuí, na região norte do Rio Grande do Sul. Apesar de ter aderido a novos projetos importantes neste ano, o MOP foi pega de surpresa com a pandemia do novo coronavírus - e sofreu com algumas dificuldades.

“Tínhamos uma expectativa de dar um up bem grande neste ano, mas a pandemia derrubou o público comum que utilizava o app diariamente. Caiu 70% do que tínhamos anteriormente, e tivemos que trabalhar com alternativas. Uma delas foi o projeto Supera, com o Topedindo de Criciúma, que deu uma alavancada na questão da entrega de produtos”, disse o diretor do MOP, Tiago Albino.

Outra conquista importante para a empresa neste ano foi ter vencido o processo licitatório e passar a atender a Secretaria de Saúde de Criciúma. Com isso, o MOP passou a transportar pessoas que realizam tratamentos fixos juntamente com a secretaria municipal - um fluxo que vem aumentando bastante nos últimos meses, saltando de 50 para 100 pacientes.

“Além da prefeitura, trabalhamos hoje atendendo a algumas empresas da região de Criciúma. A demanda da Prefeitura acabou refletindo também no atendimento à pessoa física. Tentamos trabalhar equalizando até onde temos x motoristas para um número x de viagens para que a oferta e a demanda esteja equalizada e que, com isso, consigamos dar mais viagens aos motoristas e atender de forma equilibrada aos passageiros”, disse Tiago.

Novos motoristas

O aumento de atendimentos à Secretaria de Saúde fez com que aumentasse a demanda por motoristas cadastrados no MOP em Criciúma. De acordo com Tiago, o processo é simples, basta ir ao DETRAN e realizar o cadastro de motorista remunerado na CNH, pagar duas taxas, uma delas de um exame, e aguardar 15 dias para receber o documento.

Depois disso, basta baixar o aplicativo MOP Driver e fazer o cadastro, o qual deverá demorar cerca de 48 horas para ser aprovado. Para ser um motorista cadastrado no aplicativo, é preciso ter um veículo de ano acima de 2010, com quatro portas e ar condicionado.