Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Eleição acirrada e vitória de Leandro Avany

Chapa Renovação com Responsabilidade venceu a disputa na Unimed com 16 votos de diferença
Por Bruna Borges Criciúma, SC, 27/03/2019 - 06:25
Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna
Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna

A Unimed Criciúma, que tem abrangência de Morro da Fumaça até Passo de Torres, elegeu ontem a sua nova diretoria executiva e conselhos. Em votação apertada, com apenas 16 votos de diferença, foi eleita a chapa Renovação com Responsabilidade, que tem o cirurgião Leandro Avany Nunes como presidente. 

A votação iniciou às 9h e seguiu até as 19h, mas o resultado só foi anunciado após as 21h30min. Uma empresa de auditoria fez a contagem dos votos, que só começaram a ser contabilizados após a discussão de outras pautas da assembleia da cooperativa. 

De 435 cooperados da Unimed Criciúma – em sua maioria médicos –, 404 estavam aptos a votar e, destes, 383 computaram seus votos em cédulas de papel. Um voto foi considerado nulo e, portanto, sobraram 382 válidos. A chapa vencedora levou 199 votos, enquanto a chapa perdedora, a Unimed para Todos, que tinha o cirurgião Giancarlo Búrigo como candidato a presidente, levou 183 votos. 

Concorrência criticada

Após a proclamação do resultado, Nunes se declarou surpreso com a pequena diferença entre as duas chapas. “Eu esperava que nós fôssemos ganhar com mais de 100 votos de diferença, mas isso agora não importa, até porque um voto só de diferença já bastaria. Agora o importante é fortalecer a Unimed para dar um bom resultado para os 75 mil usuários, para os cooperados e para os funcionários”, disse o presidente eleito.

Em seu discurso de vitória, Nunes ainda criticou o fato de que a eleição teve duas chapas concorrentes. Para ele, a eleição deveria ter sido um consenso. “Fizemos um trabalho árduo e tenho a certeza de que essa bipolaridade não foi saudável para a empresa. A Unimed foi exposta e agora nós vamos lutar para recompor a união”, declarou.

“Quero agradecer aos que votaram na nossa chapa e também aos que não votaram, porque a Unimed é maior do que uma eleição. Hoje éramos para estar todos juntos, mas não deu certo, então vamos trabalhar para estarmos unidos daqui para frente”, complementou Nunes. 

Participação em massa

O candidato derrotado também discursou, logo após cumprimentar o vencedor pelo resultado da eleição. Para Búrigo, a participação dos cooperados no pleito e na assembleia deve ser comemorada.

“De 404 cooperados aptos a votar, tivemos apenas 5% de abstenção e isso é um fato histórico. Eu vejo isso como um sinal de união, todos estão aqui pelo bem da empresa Unimed Criciúma”, afirmou Búrigo.

“Não vejo lado de lá ou lado de cá e quero participar com todos desse momento de crescimento da empresa. Tomara que todas as próximas assembleias tenham também essa participação como foi a de hoje (ontem)”, acrescentou. 

Mudança após 20 anos

A Unimed Criciúma teve o médico Walter Ney Junqueira como presidente por 20 anos. Ele deixa o cargo para ocupar uma vaga na Federação das Unimeds de Santa Catarina. Além de Leandro Avany Nunes, também fazem parte da chapa vitoriosa a vice-presidente, Clarissa Inês Almeida, o superintendente, Rodrigo Scheidt, o diretor administrativo hospitalar, Gustavo Viana, e o diretor técnico hospitalar, Fábio Souza.