Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“É saudada com muita satisfação”, diz Amin sobre possível volta de Bolsonaro ao PP

Senador catarinense comentou as projeções do partido para a presidência e para o Governo de SC
Vítor Filomeno
Por Vítor Filomeno Criciúma, SC, 11/10/2021 - 08:17Atualizado em 11/10/2021 - 08:17
Foto: Arquivo/4oito
Foto: Arquivo/4oito

Em entrevista ao Programa Adelor Lessa desta segunda-feira, 11, o senador catarinense Esperidião Amin (PP) afirmou que há a possibilidade do presidente Jair Bolsonaro se filiar ao PP para disputar as eleições de 2022. Segundo ele, não há como negar que as consultas sobre o retorno vem acontecendo, pois o próprio presidente comentou que o Progressistas estava no seu radar.

“O que eu tenho dito a respeito do assunto desde fevereiro deste ano, sobre ele não ter filiação partidária,que é evidente que o caminho de volta é sempre o caminho mais fácil. Nos seus 28 anos de mandato de deputado federal, o 11 fez parte do maior número de anos de vida pública  do cidadão Jair Bolsonaro. Em Santa Catarina, salvo alguém que eu não conheça, a filiação, a volta do Jair Bolsonaro ao seu partido é saudada com muita satisfação e representa uma nova dimensão para o partido político no Brasil. É um partido político que tem história, que tem base sólida pelo Brasil afora, que o presidente pode escolher como seu partido político provavelmente para disputar a eleição do ano que vem ou não”, disse Amin.

Sobre as chances de um político do partido concorrer ao Governo do estado, o senador informou que tem duas opções para isso: o ex-deputado Jorge Boeira e o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli. “A nossa decisão catarinense de candidatura a Governador também será tomada até o fim do ano. Nós nunca tomamos uma decisão de candidatura a governador com tanta antecedência”, afirmou Amin.