Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Criciumenses aproveitam sábado de calor para compras de Natal

Praça Nereu Ramos ficou movimentada na manhã deste sábado. Consumidores também têm se auto presenteado
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 14/12/2019 - 13:35Atualizado em 14/12/2019 - 14:02
Fotos: Vitor Netto / 4oito
Fotos: Vitor Netto / 4oito

O calor não foi um empecilho para que os criciumenses fossem às compras na Praça Nereu Ramos na manhã deste sábado, 14. Os termômetros apontavam temperaturas acima dos 30ºC e as lojas cheias de clientes. Amigo secreto, presentes para familiares e amigos e os auto presentes movimentaram o comércio. 

Conforme a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Andrea Salvalaggio, o movimento e o fluxo de pessoas está superando as expectativas. “Tudo está mais leve. As compras em relação ao ano passado está melhor e esta semana já tem mostrado essa procura maior”, explica. 

Conforme ela, os consumidores estão com uma espécie de ‘consumo reprimido’. “No ano passado as pessoas iam nas lojas e acabavam não comprando, e nesse ano elas estão querendo comprar”, coloca. “Percebemos que quem está na rua está comprando. O número de venda por pessoas vem crescendo”, completa. 

O mesmo sentimento é observado pelo proprietário de uma loja de calçados, Marcelo Frolich. “Está melhor do que o ano passado e na próxima semana vai ser ainda melhor”, coloca. Conforme ele, o horário de comércio estendido é um fator que colabora nas vendas. 

Ato de se auto presentear

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), seis em cada 10 pessoas, ou seja 65%, devem se auto presentear neste ano. Esse dado tem se refletido em Criciúma. 

Segundo Andrea, a procura dos consumidores para presentes para eles próprios tem crescido. “As pessoas tem comprados produtos para si e os filhos também acabam sendo um fator influenciador na hora, pois os eles acabam colaborando na hora da escolha dos presentes ou produto dos pais”, comenta.