Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Como serão divididos os R$ 465 milhões de Santa Catarina nas rodovias federais?

Confira o comentário de Moacir Pereira desta quarta-feira, 15, no Programa Adelor Lessa
Letícia Ortolan
Por Letícia Ortolan 15/09/2021 - 09:01Atualizado em 15/09/2021 - 09:06
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O comentário de Moacir Pereira desta quarta-feira, 15, no Programa Adelor Lessa, foi sobre os R$ 465 milhões de Santa Catarina destinados às rodovias federais. O governador do Estado, Carlos Moisés, vai até Navegantes nesta quarta-feira, 15, para assinar o termo de cooperação entre o governo catarinense e o Ministério da Infraestrutura para a transferência dos recursos. 

Para Pereira, trata-se de um recurso importante para a continuidade das obras federais rodoviárias que tiveram cortes no orçamento da União em 2021. Após a firmação deste convênio, Carlos Moisés irá embarcar diretamente para Brasília. O valor total será dividido entre vários trechos. Serão R$ 300 milhões para os quatro lotes da BR-470, entre Navegantes e Indaial. 

Os percursos entre Indaial e Blumenau, eram os lugares em que as atividades do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estavam mais atrasadas. “Justamente por falta de apropriações e inexistência de recursos orçamentários federais”, destacou Moacir. Cerca de R$ 100 milhões são para a BR-280, no planalto catarinense e R$ 50 milhões para a BR-163, no extremo oeste de Santa Catarina. Já os outros R$ 15 milhões, irão para a BR-285. 

Ouça o comentário completo na íntegra: