Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Comércio de Criciúma aberto até as 17h deste sábado

Sábado Mais e ofertas visam atrair consumidor
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 05/09/2020 - 09:32
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O comércio foi um dos setores econômicos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), já que os estabelecimentos precisaram ficar com as portas fechadas por um longo período. 

Para correr atrás do prejuízo, as lojas de Criciúma estarão abertas até as 17h deste sábado, 5, em mais uma edição do Sábado Mais, ação que ocorre também na próxima semana. 
O vice-presidente de inovação e negócios da CDL, Tiago Marangoni, salientou que a expectativa é boa. “Temos dois Sábados Mais, este e o outro. Momento em que o consumidor tem até às 17h para fazer as suas compras com tranquilidade, então esperamos um bom momento, com boas vendas”, comentou em entrevista ao Programa Ponto Final, da Rádio Som Maior.

Semana do Brasil

Além do horário estendido, devido ao Sábado Mais, as lojas também fazem promoções motivadas pela Semana do Brasil, iniciativa do Governo Federal que chega a segunda edição. “É uma inciativa boa porque setembro não tem uma data especifica. É a segunda vez, tivemos bons resultados no ano passado também”, relatou.
A Semana do Brasil, desenvolvida para aquecer as vendas no período em que se comemora a Independência do país, começou na última quinta-feira, 3, e vai até o dia 13.
Participam lojas de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos, eletrodomésticos, móveis, cosméticos, produtos de higiene e material esportivo, que se propõem a oferecer descontos aos consumidores. Ao todo, 83 associações varejistas aderiram ao movimento este ano.

Articulada pela Secretaria de Comunicação do governo federal (Secom), em parceria com o Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), a iniciativa tem como lema “Vamos em frente, com cuidado e confiança”. 

Segundo números levantados pela Ebit/Nielsen, o aumento em transações online durante o evento no ano passado foi de 41%, enquanto as vendas no varejo presencial cresceram 11,3%.

Busca pela recuperação

Ele lembrou ainda como a pandemia afetou o varejo. “Quando a pandemia veio, passamos por momentos complicados, então agora é um momento do comércio começar já a abrir mais as portas, estender o horário, aproveitar esta Semana do Brasil, trazer ofertas. Na CDL, buscamos com os associados para que tragam boas ofertas nesta semana. Coloque o produto muito bom para que o consumidor realmente aproveitar”, disse Marangoni, acrescentando que os lojistas seguem com todos os protocolos para evitar a disseminação do vírus. “Sabemos que estamos no meio de uma pandemia, mas os associados estão todos muito bem preparados, usando máscaras, álcool gel respeitando o limite de pessoas dentro das lojas. O consumidor vai ter preços muito bons, horário estendido, é perfeito para o consumidor”, falou.