Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cobrança pesada do presidente

Jaime Dal Farra soltou o verbo antes do treino de ontem e definiu metas para os jogadores
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 07/02/2019 - 08:52
“Não tem a mínima chance de não estar entre os quatro”, disparou o mandatário/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna
“Não tem a mínima chance de não estar entre os quatro”, disparou o mandatário/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

O presidente Jaime Dal Farra é um frequentador dos treinos do Criciúma. Não são raras as vezes em que ele desce até os gramados do Centro de Treinamentos Antenor Angeloni para acompanhar a preparação do elenco. Ontem, não foi diferente, mas além de ir assistir o trabalho dos jogadores, a aparição do mandatário do Tigre na atividade de ontem tinha mais um objetivo: cobrar uma nova postura dos jogadores.

Apesar do técnico Doriva e dos jogadores não enxergarem o atual momento do time como uma terra arrasada, o tom alto e firme da conversa de Dal Farra com os atletas demonstrou que o presidente não está nada satisfeito com a campanha de duas vitórias e quatro derrotas no estadual. “Não tem a mínima chance de a gente não estar entre os quatro”, disse sobre a classificação para as semifinais no Campeonato Catarinense.

Contra o Metroplitano, no próximo sábado, Dal Farra não espera apenas que o time vença, mas que conquiste os três pontos com convicção. “Não podemos ganhar de meio a zero. Temos condições para fazer no mínimo quatro gols. É treinar, pensar no jogo e se preparar para a hora do jogo”, evidenciou. “Então é treinar para chegar sábado e fazer o que já era para ter sido feito”, acrescentou.

Metas de 2019

O papo não ficou somente focado nos resultados no Catarinense. O presidente foi direto ao expor seus desejos para as competições que ainda estão por vir. “Temos que pensar na quarta fase da Copa do Brasil”, afirmou. “Na Série B, queremos o acesso, sim. Temos que arretar e mandar para dentro (do gol). É assim que é o Criciúma”, disparou Dal Farra.

Ele ainda falou em ter confiança no elenco. “Dá para fazer muita coisa. Temos confiança em vocês. Vocês tem qualidade. O Federico (Platero) já jogou a Primeira Divisão no Uruguai. O Daniel Costa subiu com o CSA no ano passado”, completou antes de liberar os jogadores para iniciar o treino com Doriva.