Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cleber Gaúcho: “Saio triste por não dar continuidade ao trabalho, mas mantenho as portas abertas”

Após seis meses com a equipe sub-20 do Criciúma, ele foi desligado na manhã desta quarta
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 08/11/2017 - 15:11Atualizado em 08/11/2017 - 15:14
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Com a justificativa de corte orçamentário, o Criciúma dispensou os técnicos da base Cleber Gaúcho e Luciano Almeida. Ambos faziam trabalho satisfatório, com conquistas de títulos. Eles chegaram ao clube em junho, trazidos pelo na época diretor de futebol, Edson Gaúcho.

“Quando o Edson Gaúcho saiu do Criciúma eu e o Luciano Almeida colocamos o cargo à disposição. O Serginho, coordenador da base, ficou de falar com o presidente e agora veio a notícia. O que alegaram foi a situação econômica”, explicou Cleber.

Aos 43 anos, o profissional deixou os gramados em 2009. Cleber Gaúcho foi capitão do Criciúma durante a campanha vitoriosa na Série B de 2002, que terminou com o título. Ele é treinador há seis anos, mas esta foi a primeira experiência com a base.

“Foi o meu primeiro trabalho com a categoria de base, fiz o caminho inverso. Nesses seis meses tive um aprendizado muito importante”, destacou.

Cleber comandou o Tigre na conquista da Copa Santa Catarina sub-20. Agora deverá voltar a treinar equipes profissionais, buscando uma vaga no interior paulista para o campeonato estadual de 2018.

“Saio triste por não dar continuidade ao trabalho. Mas mantenho o carinho pela equipe, e saio com as portas abertas. Só tenho a agradecer ao Edson e ao Jaime por essa experiência”, ressaltou Cleber.