Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Carvão mineral precisa de mais atenção, diz Zancan

Em reunião com o governador foi proposta a criação de um conselho para debater questões de energia
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 04/03/2019 - 09:32Atualizado em 04/03/2019 - 09:36
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

Um conselho executivo para debater as questões energéticas deverá ser criado em Santa Catarina. Na sexta-feira (1º) o governador Carlos Moisés (PSL) esteve reunido com o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Luiz Zancan, entre outras autoridades. A ideia é montar um conselho e não uma secretaria, como destacou Zancan em entrevista ao Programa Adelor Lessa.

“Um ponto que gerou a reunião foi o ICMS, é um assunto importante que precisa ser encaminhado pelo Governo do Estado. O segundo ponto, é um setor importante para a economia, gerando toda a cadeia produtiva da mineração, então a necessidade de estudar as questões que são propostas, em cima disso ele entendeu que é preciso o Estado entrar mais fundo na política pública”, contou.

Esse conselho teria participação da Celesc e da Eletrosul, para debater as questões da energia. “A questão está nas mãos do governador, vamos ver como ele vai fazer isso”, disse Zancan. “É um ponto muito específico para a cadeia do carvão, como não pagar ICMS na saída do carvão”, lembrou o presidente da Associação de Carvão Mineral. 

Compra da usina em Capivari de Baixo

Zancan também comentou sobre a possibilidade de empresas do Sul comprarem o complexo Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo. “Nós fizemos duas tentativas neste sentido, mas não deu sucesso. Estamos falando de uma compra entre R$ 600 milhões e R$ 1 bilhão, então isso não prosperou”, destacou.

Confira a entrevista na íntegra: