Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

As opiniões e críticas de Nassif em A Tribuna

Cronista e comentarista assume coluna na editoria de esportes a partida da próxima segunda-feira
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 30/11/2018 - 09:12
Futebol, esporte amadoras, tênis, automobilismo e muita história é o que promete o colunista/Foto:Guilherme Hahn/Especial
Futebol, esporte amadoras, tênis, automobilismo e muita história é o que promete o colunista/Foto:Guilherme Hahn/Especial

Se hoje fosse o dia 3 de dezembro de 2018, ou seja, a próxima segunda-feira, a metade vertical esquerda desta mesma página estaria ocupada com comentários e análises sobre futebol e esporte amador, muita história sobre a Copa do Mundo, pitacos sobre tênis e automobilismo e também outras modalidades. Tudo isso abordado por quem conhece do assunto. É que a partir da próxima semana, um dos comentaristas e cronistas esportivos respeitados do Brasil, João Nassif, passa a assinar diariamente, aqui em A Tribuna, uma coluna diária sobre o que gosta de falar.

Com passagens por grandes rádios do Brasil e região, Nassif compõe a equipe de colaboradores da Rádio Som Maior desde agosto de agosto de 2007. Pela emissora, neste último ano, participou como comentarista esportivo nas transmissões dos jogos do Criciúma em casa, possui um programete na grade da rádio sobre a Copa do Mundo e também é o responsável por atualizar o blog que leva seu nome no portal 4oito.

“Tudo isso que eu venho fazendo já pelo portal e pela rádio, vou, com certeza trazer para o jornal. Faço parte de um grupo de comunicação e acho que quanto mais a gente aproveitar o espaço, mais conteúdos poderemos trabalhar. Estou contente em atender a mais esse convite”, destacou.

Tentar ser diferente  

Nassif promete uma coluna diária com algumas singularidades. “Vou abordar as novidades sobre o esporte, claro. Mas além do factual, quero explorar outras alternativas, como a história do futebol, lógico, sobre o Criciúma também, mas também dar espaços para outros assuntos”, afirmou.

Um dos temas que já está mapeado pelo cronista é o esporte amador da região. “Nos últimos anos, as modalidades da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma perdeu forças. Agora está voltando e acho bacana apoiar e divulgar essas retomadas. E também tem outras cidades que estão se destacando em outros esportes, como o xadrez e o karatê de Içara, por exemplo”, comentou.

A opinião  imparcial

Esta não será a primeira vez quem Nassif assina a coluna em jornal A Tribuna. A primeira vez foi ainda em 2002, de lá para cá, acumula outras passagens pelo veículo e irá alcançar um número expressivo de colunas no jornal nesta sua nova passagem. “Estava fazendo as contas lá em casa e faltam em média umas nove colunas para eu completar a marca de 2 mil colunas em A Tribuna”, lembrou.

O cronista é sincero ao falar qual será o estilo de opinião que pretende adotar em seus textos. “Vou ser como sempre fui. Sempre pautado pela honestidade. Se me der motivo para criticar, vou ser crítico, é a minha função. Mas sempre com a opinião imparcial. Não sou influenciado por ninguém. Então vai ser aquilo que eu penso”, destacou Nassif.

Claro, vai ter o Tigre

Obviamente o Criciúma será assunto nos comentários feitos por ele em sua coluna no A Tribuna. “É o clube da cidade, não tem como não falar”, apontou. As curiosidades sobre o tricolor carvoeiro não vão faltar.

As experiências que Nassif teve no rádio já renderam bastante histórias. Ainda em 2002 o Criciúma foi ao Pará jogar com Remo pela Série B. A equipe de trabalho de Nassif ficou no mesmo hotel que a delegação do Tigre. Em uma saída para conhecer a cidade, encontrou o técnico do Remo na época, o João Francisco e fez um convite.

“Fizemos um programa no rádio e chamei ele. O Edson Gaúcho era o treinador do Criciúma e também foi para o programa. Foi a primeira vez que coloquei dois técnicos rivais antes do jogo em um mesmo programa. Isso relatei em uma coluna daquele ano. Essas histórias também devo levar para meu novo espaço no jornal”, acrescentou Nassif.