Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

As 10 cidades planejadas mais famosas do mundo

Confira as cidades planejadas que dão show de organização
Redação
Por Redação Criciúma, 23/02/2020 - 16:15Atualizado em 24/02/2020 - 16:18

O conceito de cidade planejada não é recente e é garantia de bom funcionamento no futuro. Trânsito, falta de espaço e pouca área verde são alguns dos problemas que são facilmente evitados quando se tem um bom planejamento das moradias e serviços antes da construção do projeto.

Quando se fala em cidade planejada, naturalmente pensamos em Brasília, capital do país. Uma de suas inovações foi ter dividido a cidade em blocos numerados e setores para cada atividade, como o Setor Bancário, por exemplo.

Entretanto, há muitos outros exemplos mundo afora. Confira os principais:

Dubai, Emirados Árabes Unidos

A cidade é uma das maiores referências mundiais em tecnologia e riqueza. Seus prédios chamam a atenção pelo tamanho e design inovador. Um dos melhores exemplos é o Burj Khalifa, o maior prédio do mundo, com incríveis 828 metros de altura e 160 andares. Para a construção do arranha-céu, foi necessária a quantia de US$ 4,1 bi.

O maior desafio é a obtenção de água, já que a única fonte é a salgada oriunda do Golfo Pérsico. O processo mais fácil é a dessalinização, sendo que o país realiza tal procedimento com 4 bilhões de garrafas de água ao dia. Como o clima é desértico, toda a área verde local necessita de uma irrigação muito precisa e pontual.

Outro ponto marcante de Dubai é o Burj Al Arab, hotel construído em uma ilha artificial própria. O incrível é que sua estrutura lembra a vela de um barco.

Zurique, Suíça

Com população beirando os 400 mil habitantes, a cidade é tida como uma das melhores cidades para se viver do mundo. Completa em termos econômicos, tecnológicos, didáticos e culturais, Zurique tem uma das principais bolsas de valores europeias.

Também possui um dos melhores sistemas de transporte público do mundo. Como os suíços são famosos pela pontualidade, é raríssimo ver os trens se atrasando.

Localizada entre o Lago Zurique e o Rio Limmat, a metrópole possui 40 balneários espalhados por todos os cantos. Existem várias opções: só para homens, só para mulheres e para famílias.

Apesar de não ter nada a ver com o planejamento da cidade ou tecnologia, não tem como não citar os queijos e os chocolates suíços: simplesmente imperdíveis.

Auroville, Índia

A comunidade experimental ficou famosa ao redor do mundo por não ser regida por qualquer forma de política, religião ou dinheiro. Foi inaugurada em 1968, com a presença de pessoas de 123 nações diferentes.

Localizada no sul da Índia, é impossível não mencionar o crescimento de sua população: hoje, gira em torno dos 50 mil habitantes, de ao menos 50 nacionalidades diferentes.

Surgiu graças à mente de Mirra Alfassa, apelidada por seus moradores de “mãe”. Ela queria construir um povoado que se dedicasse à busca de uma vida mais calma e harmoniosa.

Em seu centro, há o Matrimandir, “Templo da Mãe Divina”, local para meditação e de alta espiritualidade, com 30 metros de altura.

Amsterdã, Holanda

A capital holandesa se destaca pela série de barreiras e canais que impedem que a cidade seja inundada, já que está localizada abaixo do nível do mar. No total, são 165 canais e 1.281 pontes.

Uma curiosidade é que as bicicletas são tidas como o principal meio de locomoção da cidade. São mais de 760 km de ciclovias espalhadas por toda a cidade, facilitando a sua circulação.

Songdo, Coreia do Sul

Tida como a cidade mais sustentável do mundo, se destaca por seu viés ecológico, focando em diminuir a emissão de gases do efeito estufa. Por isso, quase metade da cidade é coberta por área verde.

Suas estruturas foram pensadas para que seus moradores não precisassem utilizar carros, integrando um sistema completo de ciclovias a uma rede de compartilhamento de carros elétricos.