Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“A JBS irá vender a unidade”

Em reunião nesta manhã, foram definidos termos para a mudança de administração na unidade de Morro Grande
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 17/10/2017 - 14:57Atualizado em 17/10/2017 - 15:05
(foto: divulgação)
(foto: divulgação)

A JBS de Morro Grande será vendida, é o que afirma o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande. Na manhã desta terça-feira (17), foi realizada uma reunião na Secretaria de Estado da Agricultura, com a presença de diretores da JBS, representantes do Sindicato da Carne, prefeitos, Avisul e interessados em adquirir a planta. 

“Foi definido que a JBS irá vender a unidade. Existia a possibilidade de que isso não aconteceria, para não ter um concorrente na região. A cada dia que passa os operários são mais prejudicados”, afirmou Casagrande.

Está programado para 31 de outubro, uma terça-feira, o fechamento da JBS em Morro Grande. De acordo com o secretário, dificilmente haverá tempo hábil para manter operações na planta, já com um novo dono. “Não adianta dizer que irá vender e colocar um valor alto, duas ou três vezes o que vale. A partir de agora vão receber os interessados em comprar e nós ficaremos acompanhando”, destacou Casagrande.

A JBS irá manter os equipamentos no local. A ideia é que o problema seja solucionado antes de 2018. O secretário de Agricultura, Moacir Sopelsa, também ficará encarregado de averiguar as negociações.  

O secretário de Articulação Nacional também falou sobre o funcionamento das outras unidades no sul do estado. “Eles deram a garantia que não irão fechar as unidades de Forquilhinha e Nova Veneza. Segundo a JBS, são empresas lucrativas”, completou Casagrande.

Os valores para o negócio não foram definidos. O prefeito de Morro Grande, Valdionir Rocha (PSD), preferiu não se pronunciar sobre o assunto.