Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A cultura árabe viva e pujante em Criciúma

Programa Do Avesso desta quinta-feira teve como tema a cultura e a gastronomia árabe
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 02/10/2020 - 07:45
Fotos: Vitor Netto / 4oito
Fotos: Vitor Netto / 4oito

As vezes um pouco quieta, mas presente e pujante. Assim é a cultura árabe em Criciúma e assim que foi o programa Do Avesso desta quinta-feira, 1º, na Rádio Som Maior. Pity e Vitor Búrigo receberam o casal Gui Rahman e Leni Costa. Ele, de descendência palestina. Ela, daqui da cidade. Mas ambos promovendo a cultura por meio da culinária árabe. 

O pai de Gui é palestino e veio para o Brasil em meados dos anos 60, indo para o Rio Grande do Sul. Gui nasceu em território brasileiro. Após viver alguns anos, se mudou para Criciúma. "Meu pai era mascate, que é aquele profissional que comprava roupas no centro e ia vender em localidades do interior. Depois tivemos uma lojinha e fomos tocando", explicou Gui. 

Em 2014, ele entrou de cabeça no ramo da gastronomia. No começo, ele realizava pequenos jantares temáticos com amigos e trabalhando com delivery da comida. Agora com a pandemia, a demanda de entregas aumentou ainda mais. "A comida é uma forma de cultura. Eu como palestino preciso manter as culturas de lá. Tudo o que eu aprendi foi com o meu pai", comentou. 

Há 15 anos conheceu Leni, que hoje atua com ele. Ela trabalhava com festas infantis e hoje ajuda o Gui na cozinha. "A gente não se conheceu. Deu uma tecla no 'Blah' e em três dias a gente resolveu os nossos compromissos", afirmou. 

Cultura, principais pratos, principais especiarias, religião e muito mais foram os assuntos abordados no programa Do Avesso. 

Confira a entrevista na íntegra: