Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Salvaro tenta explorar a imagem de Jair Bolsonaro; Jorge Seif se explica

A visita do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSD) e de seu candidato a sucessor, Vagner Espíndola, ao ex-presidente Jair Bolsonaro foi uma estratégia quadrada

Por Maga Stopassoli 14/06/2024 - 10:47 Atualizado em 05/07/2024 - 11:56

A visita do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSD) e de seu candidato a sucessor, Vagner Espíndola, ao ex-presidente Jair Bolsonaro foi uma estratégia quadrada. O encontro ocorreu nesta quarta-feira (12), em Brasília, aproveitando que Salvaro e Vaguinho cumpriam agenda na capital, em busca de recursos para as obras de ampliação do canal auxiliar. Na mesma data, prefeitos de diversas cidades do país, também estiveram em Brasília, a exemplo de Topazio Neto, de Florianópolis, que recebeu o prêmio que consolidou a capital catarinense como a cidade mais empreendedora do Brasil.

Entre um compromisso e outro, Salvaro e Vaguinho estiveram no gabinete onde o ex-presidente recebe lideranças dos quatro cantos do país. Ao contrário do que deu a entender, inicialmente, a reunião entre eles ocorreu na mesma “leva” de outros políticos que visitaram Bolsonaro. O registro dos bastidores do encontro, foi publicado nas redes sociais do senador catarinense, Jorge Seif (PL). No vídeo, é possível ver a sala de Jair Bolsonaro bastante movimentada, com a presença de diversos políticos e de presentes que o líder de direita costuma receber. O registro do encontro foi publicado nas redes sociais de Vaguinho e Clésio. Nele, o prefeito de Criciúma, diz:

“É bom que ele venha na prefeitura, conhecer a cidade que gosta dele. Majoritariamente os nossos eleitores são eleitores dele. Aqui ele fez 70% dos votos e o nosso governo é aprovado por mais de 90% da população.”

A preocupação de Salvaro

A tentativa de explorar ou de vincular a imagem de seu candidato à de Bolsonaro pode ser entendida como uma preocupação de Salvaro pela dificuldade em transferir votos, fato que ficou evidente a partir da substituição de seu candidato a sucessor. Tentar atrair parte do eleitor bolsonarista de Criciúma, a partir de uma foto com Bolsonaro, abre margem para esse tipo de interpretação e expõe Vagner Espíndola, desnecessariamente. Vaguinho não é um “bolsonarista raiz” e isso, por óbvio, não é nenhum demérito. Porém, tentar criar um sucessor ao seu modo, mostra que os erros que Salvaro cometeu com Arleu da Silveira, tendem a se repetir com Vaguinho que precisa tomar cuidado para não ser o candidato certo na hora errada.

Seif se explicou

O senador Jorge Seif, que aparece no vídeo, ao lado de Vaguinho e Salvaro, tratou logo de se explicar. Na noite desta quinta-feira (13), ele gravou um vídeo dizendo:

“Conversando aqui com nosso governador Jorginho Mello, que ontem eu levei uma grande turma do PL, de diversas cidades, pra tirar uma foto com o presidente Bolsonaro, pra conversar um pouco com ele. Em seguida do nosso horário, o prefeito de Criciúma estava lá, o cumprimentei, ele falou com Bolsonaro. Meu candidato, vocês sabem, é o Ricardo Guidi. Tenho grande amizade com Daniel Freitas, com a Júlia Zanatta e não teria interesse nenhum em tá promovendo um outro candidato de outro partido”.

Jorge Seif não teve um bom primeiro semestre em 2024. Ocupado em cuidar de sua defesa do TSE, para não perder o mandato, acabou se atrapalhando em diversos momentos e tem dedicado bastante tempo para se explicar, seja para seu eleitor, seja para o seu próprio partido. De sua presença no show da cantora Madonna, no Rio de Janeiro, à sua presença no mesmo local do encontro de Salvaro com Bolsonaro, Seif tem conseguido a antipatia dentro e fora de seu partido. A dúvida que fica é se ele faz isso de propósito ou por ingenuidade.

 

Tags: eleicoes2024

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito