Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A tacada de mestre de Julio Garcia

Deputado retoma o controle do PSD em Criciúma e propõe acordo a Guidi
Por Maga Stopassoli 02/04/2024 - 11:11 Atualizado em 02/04/2024 - 16:49

A nota divulgada ontem pelo PSD oferece pelo menos duas interpretações iniciais: a primeira, que nunca se deve subestimar a capacidade estratégica de Júlio Garcia, já que a iniciativa da reunião (e da nota) foi dele. A segunda, que os encaminhamentos do PSD em Criciúma estão vinculados umbilicalmente ao seu comando.

Ao levantar uma espécie de bandeira branca, Julio tira de Ricardo Guidi seu principal argumento até agora, que era a falta de espaço em seu partido, já que o nome anunciado até então é o de Arleu da Silveira. Na reunião que teve com Júlio, Clesio e Arleu, no último domingo, Ricardo Guidi ouviu que, se ele aceitar, a decisão sobre quem será o candidato da sigla, em Criciúma, será feito, então, a partir de uma pesquisa que iria para a rua em julho.

Em todas as entrevistas que concedeu, Guidi sempre recorreu a essa alegação para justificar sua permanência no partido. Ele dizia que o partido iria escolher seu candidato através de pesquisa, mas não sabia dizer quais seriam os termos dessa pesquisa. Ele pediu um tempo para decidir se aceita ou não a proposta. Aceitar a condição do partido, é abrir mão de uma candidatura a prefeito bem encaminhada pelo PL e ter de ir para uma disputa interna.

Não aceitar a condição significa praticamente abrir mão do mandato de deputado federal, já que, legalmente, Ricardo perde seu principal argumento para brigar pelo seu mandato mesmo trocando de partido: a falta de espaço do PSD, que escolheu Arleu em vez dele.

Se for trocar de partido, o prazo termina no próximo sábado, dia 6. Se não for trocar, o prazo para definição interna é um pouco maior, já que teriam até agosto, época final das convenções partidárias. A decisão de Ricardo pode ocorrer sem ele dizer nenhuma palavra, pois se aceitar a condição, significa que permanecerá no partido, sem precisar fazer nenhum movimento. Ou, se levar adiante a decisão de ir para o PL, aí, sim, o prazo termina sábado e implica em ter de fazer, ao menos, um comunicado.

A nota peessedista divulgada ontem permite concluir, ainda, que não há certeza absoluta sobre a candidatura de Arleu e que o partido pretende esgotar todas as possibilidades de evitar uma disputa entre PSD e PL, em Criciúma, neste caso, representados por Ricardo e Arleu. Pelo menos, por enquanto.

Sempre se soube que a condição para que o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, se filiasse ao partido de Júlio Garcia, era poder indicar o candidato a prefeito na cidade e esse nome era o de Arleu da Silveira. A nota do PSD sinaliza que Júlio está em campo, atuando pessoalmente para afastar para bem longe qualquer possibilidade de uma derrota nas urnas ou de uma eleição difícil, nem que, para isso, seja preciso mudar o já anunciado pré-candidato a prefeito.

E Julio Garcia teria um plano B para resolver a questão? Essa seria uma mudança de rota no que estava posto e permite a interpretação de que Clésio Salvaro não tem a palavra final nos encaminhamentos do partido em Criciúma. Mas, tudo isso são possibilidades. Há ainda outras nuances no conteúdo do texto encaminhado à imprensa nesta segunda-feira.

Ricardo Guidi segue sem se manifestar sobre o assunto, desde domingo. Ele pediu mais tempo para pensar e o prazo para isso se esgota nesta quarta-feira, dia 3. Até lá, vai pesar se fica no PSD e aceita as regras do jogo ou se vai para o PL, com o apoio do governador. Enquanto isso, Júlio Garcia segue sendo o maior político em atuação em Santa Catarina, entregando aos apreciadores dos bons embates políticos uma tacada de mestre.

Confira a nota do PSD

NOTA OFICIAL Estiveram reunidos neste domingo 31/03, em Criciúma, o deputado federal Ricardo Guidi, o deputado estadual, Julio Garcia, o prefeito municipal Clésio Salvaro e o secretário municipal, Arleu da Silveira, onde foi discutida a seguinte proposta visando a eleição 2024:
1. Submeter à Executiva Estadual os critérios para escolha do candidato a Prefeito de Criciúma pelo PSD.
2. PROPOSTA:
2.1. O candidato será escolhido por pesquisa de opinião pública, a ser contratada pela Executiva Estadual, com campo na primeira semana de Julho de 2024.
2.2. Os detalhes da pesquisa, bem como o Instituto, serão decididos de comum acordo entre os pré-candidatos, com mediação da Executiva Estadual, caso não haja acordo entre os dois.
3. No período compreendido entre a decisão da Executiva Estadual e a pesquisa, os pré-candidatos darão curso à pré-campanha e buscarão o apoio de outros partidos, mantendo respeito mútuo e valorizando o partido.
4. A Executiva Estadual deliberará sobre a presente proposta até o dia 03/04/2024. Todos os participantes aprovaram os termos do acordo, mas o deputado federal Ricardo Guidi pediu prazo até esta segunda-feira para consultar a família e decidir se assinaria a Nota. No entanto, nesta data, o deputado solicitou mais prazo para manifestar sua posição. Subscrevem a nota: Deputado Estadual: Julio Garcia Prefeito Municipal: Clésio Salvaro Secretário Municipal: Arleu da Silveira


 

Foto de arquivo da Agência AL, registrada em abril de 2022. Mas parece que foi ontem (ou domingo). 

 

Tags: eleicoes2024

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito