Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A distribuição pode estar acabando com o seu produto (?)

Por Arthur Lessa Edição 14/01/2022

Se você não tem experiência em gestão ou planejamento, provavelmente nunca parou para analisar profundamente o tema do texto dessa semana. Eu mesmo, quando assumi meu primeiro cargo de gestão, nunca tinha dado atenção para dinâmicas de distribuição.

Primeira coisa que vem à cabeça, normalmente, quando se fala em distribuição, é transporte. Empresas de logística, que pegam coisas no ponto A e levam para o ponto B o mais rápido, seguro e barato possível.

Eu conheci distribuição pelo jornal A Tribuna, que precisava levar dezenas de milhares de exemplares em quase a mesma quantidade de endereços em poucas horas. Quando digo poucas, são poucas mesmo. Se chegasse atrasado, era assinante ligando que já estava saindo para o trabalho e não tinha recebido ainda. Era um setor crítico e complexo de gerir e, mesmo assim, eu não levava em conta ao “pensar o negócio” até que assumi um cargo de gestão e tive que olhar além do meu setor.

Mas vamos voltar um pouco no tempo…

De 2005 a 2007, ainda na faculdade de jornalismo, há mais de 15 anos, estagiei na redação do jornal. Eu entrava lá e o meu pensamento era focado nas informações, nas notícias, em como montar os textos. Eu pensava na experiência do leitor folheando as páginas. Mas nem me passava pela cabeça como elas chegavam à mão dele. Isso eu considerava secundário. O importante era o produto. O que acontecia depois era detalhe.

O passo seguinte da minha carreira foi na rádio Som Maior, onde entrei logo após me formar. Se o anterior me fazia ignorar a distribuição, não é no rádio que isso mudaria. Afinal, a distribuição do conteúdo é passiva. Se o transmissor está com a manutenção em dia e ligado, o sinal vai onde a licença e a potência permitem. De novo o foco fica na embalagem, na qualidade de informações e formatos, que definem quem sintoniza na sua emissora ou em outra.

Mas a vida segue, fui conhecendo histórias, cases de sucesso, estratégias criativas, e comecei a ver que a tal da distribuição não é nada irrelevante. Mais que isso, em muitos casos ela é o grande trunfo do negócio. E não estou falando de transportadoras, delivery e afins.

E, com esse assunto rondando a minha mente com mais intensidade nos últimos meses, me deparei com uma frase muito boa de um autor americano, que é algo como: “Distribuição come produto de café da manhã”.

Não salvei o tweet e perdi a referência, infelizmente. Mas o sentido é esse.

Pra exemplificar, vamos falar de pizza. Certamente você já provou diversas pizzas. Dezenas delas, de restaurantes diferentes. Tem a sua preferida, aquela melhor entre todas. Essa é a maior pizzaria do mundo? Sem dúvida te digo que não.

Agora, olhando pelo outro lado, vamos pensar na Domino’s ou na Pizza Hut. Se você nunca provou uma, fique pela minha opinião. Elas são… ok. Não são ruins, são boas (afinal, é pizza!), mas nada de outro mundo! E elas são as maiores do mundo!

Cerveja é um outro bom exemplo. Existem diversas boas cervejarias, tanto na região quanto no país. Muitas melhores que as grandes marcas, talvez até com preços melhores. Mas você acha em qualquer supermercado como as da Ambev, por exemplo?

Outro exemplo bom é vinho. Quem gosta, tem suas preferências. Mas vários que você que encontra numa rede de supermercados não encontra em outra. Mas existem aqueles que estão nas duas, ou em todas. Normalmente não são os melhores, mas tem a melhor distribuição.

E são diversos os setores onde isso se aplica. Você deve ter pensado em alguns enquanto passeando pelos meus exemplos.

E, pra encerrar, reforço a diferenciação que faço entre entrega e distribuição. A entrega é em que condições, formato, embalagem o produto chega ao cliente. Pode ser traduzido como a experiência que o produto proporciona. Distribuição é o que o faz chegar, é o que define o alcance, que pode ser o grande fator de sucesso.

Aí, se pensarmos bem, podemos afirmar que em muitos setores é melhor um produto ruim com uma ótima distribuição que um ótimo produto com uma péssima distribuição.

Como está a sua distribuição?

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito