Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Volnei Weber queria diálogo sobre os pedágios, mas não foi possível

Deputado propôs a audiência pública de sexta-feira, onde determinaram a judicialização do edital
Erik Behenck
Por Erik Behenck Tubarão - SC, 11/11/2019 - 09:10
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Depois da audiência pública de sexta-feira, 8, ficou definido que a situação dos pedágios será levada para a Justiça. A situação ficou mais tensa, já que nenhum representante do governo federal esteve presente. Conforme o deputado Volnei Weber, que propôs o encontro, a ideia inicial era buscar o diálogo, algo que não aconteceu.

“A princípio não era esse o nosso objetivo. Queríamos rediscutir o assunto, mas com o não comparecimento deles, ficou complicado o diálogo. O encaminhamento foi de que fizéssemos uma representação junto ao Tribunal de Contas da União”, citou o parlamentar. “Eu acho que uma conversa de forma pacifica, para buscar o equilíbrio, é muito bem-vinda”, citou.

Segundo o deputado, o edital possui algumas irregularidades e por isso pode ser bloqueado. “Nós já tínhamos identificado alguns pontos como gravíssimos. Ficou definido que as três entidades do sul enviariam um encaminhamento para a Fecam. A ação já estava pronta, porque estávamos acompanhando esse assunto”, afirmou Weber.

Para o deputado, a BR-101 está boa no sul catarinense, mas quando os motoristas vão em direção ao norte, começam a ter atrasos ao passar por Florianópolis e pelo Vale do Itajaí, conforme ele, seria preciso de obras para melhorar a rodovia nestas regiões. Obras estruturais garantiriam melhores condições na BR-101.

“Nós fomos a Brasília duas vezes, sem obter sucesso. O edital estava previsto para entre 30 de outubro e 6 de novembro, pedimos que eles não lançassem antes disso, aí esperaram e lançaram no dia 7, sendo que a audiência pública era no dia 8”, citou o deputado. A falta de consenso é outro fator para judicialização.

Tags: volnei weber