Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Vídeo mostra policiais agredindo homem

Eles teriam cometido vários atos delituosos no trânsito
Redação
Por Redação Tubarão, SC, 18/08/2021 - 09:22Atualizado em 18/08/2021 - 09:23
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Um inquérito policial militar foi instaurado para apurar a conduta de quatro PMs durante uma abordagem realizada entre a noite da última sexta-feira e a madrugada de sábado, no bairro Morrotes, em Tubarão.
Imagens gravadas por moradores e que foram divulgadas pelas redes sociais, mostram dois homens sendo abordados pelos agentes. Em determinado momento, o vídeo registra um dos suspeitos sendo agredido com um chute, um tapa e uma joelhada. No fim da gravação, nota-se a presença de três viaturas e de pelo menos sete PMs no local.
Segundo um comunicado divulgado pelo 5º Batalhão de Polícia Militar, os dois suspeitos que aparecem no vídeo foram abordados após serem flagrados empinando uma motocicleta. Foi dada a ordem de parada à dupla, que não teria sido acatada. “A dupla iniciou uma fuga pela cidade, passando por diversas ruas, inclusive avenidas movimentadas, trafegando pela contramão, passando por cruzamentos e andando sobre a calçada em locais onde há bares e lanchonetes, colocando em risco os transeuntes”, explicou a PM.
Após alguns minutos, a guarnição conseguiu interceptar a dupla. Ainda de acordo com a PM, num primeiro momento, os suspeitos dificultaram o trabalho da polícia. “Com a chegada de apoio, foi feito o emprego da força para realizar, então, a abordagem e poder fazer a busca pessoal, até pela segurança das guarnições. Foram lavradas diversas autuações de trânsito contra a dupla, a motocicleta foi removida e foi lavrado um termo circunstanciado contra a dupla por desobediência e resistência”, apontou a PM.
Assim que tomou conhecimento dos vídeos, o comando do 5º BPM determinou a instauração do inquérito para apurar a conduta dos agentes. O prazo para a conclusão do inquérito é de 40 dias e, depois, a decisão é encaminhada para a Justiça Militar, em Florianópolis.  “O inquérito vai verificar se a conduta dos policiais foi adequada ou não, se caracteriza crime e/ou transgressão disciplinar militar”, concluiu a polícia. 

Com informações do Diário do Sul