Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Vampiro fala sobre o Porto de Imbituba, Via Rápida e Eleições de 2020

Deputado estadual esteve no Programa Adelor e falou sobre os primeiros meses de mandato
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 23/07/2019 - 09:44Atualizado em 23/07/2019 - 10:21
(fotos: Erik Behenck)
(fotos: Erik Behenck)

Deputado estadual em segundo mandato, Luiz Fernando Vampiro (MDB) acredita que o governador Carlos Moisés (PSL) está fazendo o que é possível para a época. Acredita que a Reforma Administrativa foi importante, assim como a concessão de incentivos fiscais para empresas que se instalarem na região do Porto de Imbituba.

“O Paulo Eli me disse que editariam 12 benefícios fiscais com a geolocalização referente ao Porto de Imbituba, ou seja, as empresas precisariam atuar naquela região para terem direito”, disse o deputado. Vampiro aguarda que o governador anuncie uma série de obras para o Sul Catarinense.

Frisou ainda a questão do PIB catarinense, que segundo ele, está concentrado na região Norte do estado, onde existem mais portos do que no Sul.

“Hoje 63% do PIB catarinense fica entre São José e Itapoá. Se continuar assim, em cinco anos vai chegar a 80%. Nós precisamos ter mais geração de renda, benefício fiscal não é para dar para quem viaja de jato de R$ 300 milhões”, afirmou o deputado.

Via Rápida

A Via Rápida foi inaugurada em um momento que Vampiro era o secretário de Estado da Infraestrutura. Porém, não foi entregue para o estado, já que as obras não tinham sido concluídas. A situação segue na mesma até hoje. Para o deputado é necessário que tomem conta ao menos da sinalização.

“Temos que analisar que precisa ser feita a estadualização, para ter mais dinâmica de melhoria. Nós fizemos uma sinalização que não era a ideal para aquele momento, mesmo assim, desde aquele momento não foi colocada mais nenhuma placa. Essa responsabilidade o gestor púbico precisa ter”.

Eleições de 2020

Vampiro acredita que é preciso formar uma forte nominata de vereadores para o MDB em Criciúma e se isso acontecer, o advogado Jefferson Monteiro será candidato ao executivo. Ele acredita que é preciso entender o momento político da cidade e do país, para escolher os candidatos adequados.

Na cidade o partido agora tem uma nova liderança. “O Rodrigo Ganso entrou no partido em 2015 e agora já está direcionado para ser o novo presidente. Algumas pessoas podem dizer que estamos com terra arrasada, mas nas eleições de 2016, numa coligação com o PP, elegemos quatro vereadores”, concluiu.